Manaus, 04/10/2023

Cidade

70% dos beneficiários do Bolsa Família estão com acompanhamento em saúde pendente

70% dos beneficiários do Bolsa Família estão com acompanhamento em saúde pendente
11/04/2023 11h40

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), informa que cerca de 73% dos beneficiários do Bolsa Família estão com pendência no acompanhamento em saúde exigido pelo programa. Das 337.513 pessoas esperadas na primeira vigência de 2023, entre janeiro e junho, apenas 88.168 atualizaram os dados nas unidades básicas de saúde, até a última sexta-feira, 7/4.

A chefe do Núcleo de Alimentação e Nutrição da Semsa, Lia Ferreira, ressalta que o programa voltou a ser chamado de Bolsa Família, após ter a nomenclatura alterada para “Auxílio Brasil” na gestão passada. Atualmente, é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome.

“Uma das condicionalidades para permanência no programa é que as crianças de até 7 anos de idade e as mulheres, entre 14 e 44 anos, façam um acompanhamento nas UBSs do município, pelo menos uma vez a cada seis meses. No final de cada vigência, a Semsa repassa os dados ao ministério, que toma as providências necessárias, para notificar a família que deixou de comparecer ou até mesmo suspender o benefício”, informa Lia.

O público de até 7 anos de idade é estimado em 117.041 usuários, e apenas 19.295 atualizaram o acompanhamento na vigência atual. “As equipes da unidade fazem uma avaliação de saúde completa da criança, verificando principalmente a questão de peso e altura e o cartão vacinal”, diz.

Já as mulheres de 14 a 44 anos são estimadas em 220.472 usuárias, mas somente 68.873 estão com o serviço em dia. O atendimento na unidade de saúde visa analisar as questões nutricionais, como peso e altura, e se há necessidade de fazer o exame preventivo ou consultas pré-natal.

“O Bolsa Família é voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade social, e por conta disso, é muito importante que esse público faça o acompanhamento nas unidades básicas, para garantir a promoção da saúde e a intervenção precoce em casos necessários. Muito mais do que cumprir uma exigência do programa, trata-se de dedicar um tempo para cuidar de si próprio e conversar com um profissional de saúde”, complementa a nutricionista.

Ao buscar as unidades de saúde, os usuários devem apresentar documento oficial de identificação, CPF e Cartão Nacional de Saúde (CNS), além de documentos complementares se houver, como cartão de vacina ou cartão da gestante. A lista com endereços e horários de funcionamento das unidades pode ser conferida no site semsa.manaus.am.gov.br.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.