Cidade

ACA se manifesta e quer providências sobre crateras no centro de Manaus

ACA se manifesta e quer providências sobre crateras no centro de Manaus

Em pleno mês de dezembro, quando a movimentação no centro de Manaus tende a aumentar devido as compras de fim de ano, crescem também as consequências da falta de manutenção em ruas e galerias. São muitos os transtornos e prejuízos por conta de crateras que se abrem, afastando clientes e tornando caótico o acesso à região central.

Atenta a essa triste realidade a ACA, como Entidade mais antiga que representa o comércio, tem buscado o diálogo com os comerciantes e órgãos competentes e vem a público se manifestar. Nesta segunda-feira, 07, Jorge Lima – Presidente da Associação Comercial do Amazonas e diretores estarão disponíveis para conversar com a imprensa sobre a falta manutenção nas ruas e galerias do centro da capital, bem as novas providências que serão tomadas a fim de garantir que a prefeitura de Manaus haja com urgência na solução desses problemas.

O ponto de encontro será na Rua Henrique Martins, entre a rua Joaquim Sarmento e a av. Eduardo Ribeiro, onde desde maio deste ano uma cratera se abriu. A ACA interviu nessa ação e conseguiu que o poder municipal também se responsabilizasse pela demolição dos prédios comprometidos. No entanto, de acordo com comerciantes da área a demora na resolução do problema e o avanço do período de chuvas fez o terreno ceder ainda mais.

Areia teria sido colocada no local para contar a erosão e isso trouxe sérias consequências, no começo desta semana, quando após uma forte chuva, um estacionamento próximo inundou deixando pelo menos 12 carros submersos. “Depois desse, nesta sexta-feira uma outra cratera já apareceu, perto do antigo Hotel Amazonas, não podemos nos calar. Sabemos que vivemos um período de transição na prefeitura, mas algo tem que ser feito de imediato porque é possível sim fazer”, disse o Presidente da ACA, referindo-se ao afundamento em parte da Rua Floriano Peixoto.