Manaus, 22/09/2023

Amazonas

Academia de Literatura, Artes e Cultura da Amazônia completa 1 ano na região e celebra data com novos imortais, homenagens e exposição de livros

Academia de Literatura, Artes e Cultura da Amazônia completa 1 ano na região e celebra data com novos imortais, homenagens e exposição de livros
02/08/2023 15h15

No próximo dia 3 de agosto, a Academia de Literatura, Arte e Cultura da Amazônia (Alaca) completa 1 ano de atividades literárias na região. Para celebrar essa data especial, confrades e confreiras da entidade reúnem-se no Hotel Da Vinci, a partir das 19h, com posse de novos membros, homenagens e exposição de livros.

Com a finalidade de fortalecer o cultivo da língua, da literatura nacional, da arte e da cultura do Brasil e da região amazônica, a Alaca possui hoje 200 patronos imortais. Nesse 1 ano de atividades, já incentivou e apoiou o lançamento de dezenas de livros de autoria de seus membros, uma forma de acolher os que escrevem e que sonham em fazer livros.

Idealizador e presidente da Alaca, Rômulo Sena, que é jornalista e escritor, comemora essa data especial, reforçando que a Academia, sediada no Amazonas, vem se tornando uma instituição cultural de destaque, com o papel de reafirmar a posição valorosa da literatura, da arte e da cultura amazônica e brasileira.

“Todos os nossos membros indicados estão envolvidos nessas vertentes artísticas, com obras publicadas ou projetos em andamento. São profissionais de diversas áreas, muitos referência do mundo literário e cultural amazônico. E que vêm fazendo a diferença nas ações da nossa entidade”, destacou ele, frisando ainda que todos os patronos são membros efetivos e perpétuos, e sócios correspondentes do Brasil e estrangeiros. “Serão os mais novos imortais da Amazônia”.

Novos “imortais”
Durante as comemorações de 1 ano da Alaca, serão empossados novos patronos. Entre eles, o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), André Luiz Zogahib; o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da UEA, Roberto Sanches Sobrinho; além do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AM), Jean Cleuter Mendonça; do escritor Felipe Mafra Junior, e da jornalista e escritora Cristiane Silveira.

“Os novos membros vêm para somar, para escrever muitos livros, para fazer muitos projetos, porque nós acreditamos num futuro melhor através dos livros”, frisou Rômulo Sena.

“Pena de Ouro”
Nessa noite, também está programada a entrega do Prêmio “Pena de Ouro” a economista Michele Aracaty, confreira da Alaca desde a fundação e que em muito vem contribuindo para o desenvolvimento e o reconhecimento dessa academia de literatura.

O “Pena de Ouro”, entregue a outros membros no último dia 25 de julho, em celebração Pelo Dia do Escritor, é o reconhecimento das pessoas que estão construindo a literatura, a arte, a cultura e apoiando também tudo que está sendo desenvolvido em favor das letras. “Também tem um grande objetivo de agregar valores. Parabéns a todos os agraciados com o ‘Pena de Ouro’ e a todos os confrades e confreiras pelo aniversário de 1 ano da Alaca”, finalizou o presidente da academia de literatura da Amazônia.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.