Amazonas

Agentes da base Arpão apreendem três toneladas de pescado ilegal

Agentes da base Arpão apreendem três toneladas de pescado ilegal

Agentes da Base Arpão, durante fiscalização realizada na tarde de quinta-feira (03/12), apreenderam três toneladas de pescado ilegal na embarcação Pesqueiro Lourão, no rio Catoá, município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus). Dentro do barco, foram encontrados 2 mil quilos de tambaqui e mil quilos de pirapitinga. O pescado apreendido foi doado para instituição filantrópica do município.

De acordo com o major Eduardo Freitas, comandante da operação, durante fiscalização nas embarcações visando combater a pirataria e o tráfico de drogas, os agentes abordaram o barco Pesqueiro Lourão, oriundo da comunidade de Catoá. E, durante as vistorias feitas pelos agentes ambientais e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), foi constatado o transporte de pescado ilegal, que estão na época do defeso.

Ainda de acordo com o comandante, o dono da embarcação foi detido para prestar depoimento na Base Arpão. Após ser ouvido, ele foi autuado em flagrante por crime ambiental. O pescado foi apreendido e levado à Delegacia Interativa de Polícia do município. O material está avaliado em R$ 15 mil.

Criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a Base Arpão atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública e Ibama.