Manaus, 20/04/2021

Amazonas

Águas de Manaus oferece 80 vagas em capacitação gratuita para professores da capital amazonense

Reprodução/Assessoria
Reprodução/Assessoria
25/03/2021 11h15

A Águas de Manaus está oferecendo uma capacitação gratuita voltada para professores de escolas públicas e particulares da capital amazonense. Estão sendo disponibilizadas 80 vagas em oficinas gratuitas do programa “Caminho das Águas”. Nelas, os profissionais de educação terão a oportunidade de aprender a técnica de produção de filmes em stop motion (método que utiliza fotos sequenciais para formar vídeos), que podem ser utilizados posteriormente em salas de aula. O conteúdo do programa é focado no ciclo e no tratamento da água e pode ser aplicado desde a educação infantil, até o ensino de Jovens e Adultos (EJA).

As inscrições estão abertas a partir desta quinta-feira (25) e podem ser realizadas até 07 de abril. O processo de inscrição e as aulas são totalmente online. O interessado deve acessar o site www.ocaminhodasaguas.com, selecionar a opção “Estado do Amazonas” e depois, clicar em “inscrições oficinas”. A partir daí, o participante deve preencher um formulário com e-mail, contatos e selecionar a data e o turno da oficina que deseja participar. Em Manaus, as duas oficinas acontecerão no dia 12 de abril, com duração de 4 horas de ensino em cada turno (matutino e vespertino). O aprendizado continua durante dois meses, para que os conhecimentos adquiridos sejam compartilhados com os alunos. A carga horária certificada é de 48 horas, somando a tutoria online e preparação do projeto. Após a oficina, os educadores serão desafiados a produzir um curta em stop motion, juntamente com os estudantes.

Semy Ferraz, gerente de Responsabilidade Social da Águas de Manaus, explica que o projeto é uma ferramenta interessante, principalmente por facilitar a aprendizagem de maneira online durante a pandemia. “Os professores poderão conhecer e ter acesso a todos vídeos já produzidos e os materiais didáticos do Caminho das Águas, além da mentoria para auxiliá-los na produção dos filmes. As técnicas são simples e podem ser aplicadas através até do próprio celular. Tudo isso será um facilitador na hora de repassar esses conhecimentos aos alunos e produzir novos vídeos”, garantiu Semy.

Premiação – Após a oficina, os educadores produzirão um filme curtinho em stop motion com seus alunos, e participarão de um concurso que premiará professoras e professores, escolas e alunos. Uma votação popular será aberta pelo site do projeto e o filme mais votado, fatura a premiação. A previsão é que a votação e a divulgação dos vencedores aconteça nos meses de maio e junho.

“Estamos trazendo para Manaus essa experiência muito positiva do ‘Caminho das Águas’. Ela vem sendo aplicada em outras unidades do grupo Aegea com muito sucesso. Esperamos ter uma ótima participação de educadores nas oficinas gratuitas que estão sendo disponibilizadas. Apoiar a educação é uma forma de impactar positivamente o dia a dia da cidade”, disse o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada.

Projeto nacional – O Caminho das Águas, desenvolvido pela Zureta Filmes faz parte do programa de responsabilidade social do grupo Aegea, holding que controla a concessionária Águas de Manaus. Ele acontece em outras 27 cidades e 11 estados do país.

O programa Caminho das Águas retrata, de maneira lúdica, a jornada de aprendizado e conscientização sobre a água e sua importância para a vida sustentável no planeta. O curta-metragem de animação em stop motion acompanha a curiosidade de dois amigos, o Macaco e a Capivara para pesquisarem o Ciclo da água, com uma abordagem educativa sobre o uso responsável da água e a preservação do meio ambiente.

O filme estimula o público estudantil a criar ações de preservação dos recursos naturais. O projeto disponibiliza gratuitamente para professores e escolas conteúdo complementar criado de acordo com os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e oferece oficinas básicas de produção audiovisual em stop motion. Todo o conteúdo em audiovisual é acessível com audiodescrição, legendas em closed caption e libras

via assessoria