]

Manaus, 25/10/2021

Geral

Arthur Virgílio diz que sua luta é contra a fome, o desemprego e a favor da Amazônia

Foto: Karla Vieira / Assessoria AVN
Foto: Karla Vieira / Assessoria AVN
29/09/2021 13h31

Depois de confirmado como candidato às prévias do PSDB, que indicará o candidato do partido à presidência da República, o presidente do PSDB-AM,

Arthur Virgílio Neto, intensificou sua campanha junto aos filiados e em suas redes sociais. Nesta quarta-feira (29.9), uma série de vídeos foi iniciada nas suas páginas do Facebook e Instagram para apresentar suas principais propostas de campanha.
Entre as propostas estão a unificação e o fortalecimento do partido, a defesa da democracia, a defesa da Amazônia e da Zona Franca, com a proposta de um Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável para a região mais estratégica do país, e a redução das desigualdades sociais, com foco na equidade de gênero, melhor distribuição de renda, acesso universal à educação e à saúde e a ampliação das políticas públicas e redes de proteção a esses segmentos sociais, além do combate à fome e ao desemprego.

“É a primeira vez que um amazonense está disputando a prerrogativa de ser candidato à presidência da República e eu pretendo fazer um papel bonito. Tenho muito orgulho de estar entre os, agora, três candidatos às prévias partidárias”, destacou Arthur Virgílio, diante da desistência do senador do Ceará, Tasso Jereissati. A disputa será entre Virgílio e os governadores de São Paulo e Rio Grande do Sul, João Doria e Eduardo Leite, respectivamente.

As propostas de Arthur vêm ganhando atenção até mesmo entre os seus adversários na disputa. Recentemente, Doria o convidou para uma reunião do núcleo de Relações Exteriores, onde falou sobre a questão da Amazônia, seus riscos e medidas que precisam ser encaradas pelo governo federal, com parceria nacional e internacional, público e privada. Arthur, que também é diplomata de carreira, fez ainda uma explanação sobre a crise na diplomacia brasileira e a necessidade de que o Brasil volte a estar entre os países com credibilidade junto à comunidade internacional.

Os mesmos assuntos foram tema de conversa com o senador Jereissati e com outros membros do partido, em Brasília. As próximas paradas de Arthur Virgílio estão previstas para os Estados do Sul do país, onde também pretende conversar com Leite.  “Quero fortalecer a crença do nosso povo no desenvolvimento do Brasil, mas isso só ocorrerá se a Amazônia se desenvolver”, reforça.

O candidato reforçou que usará as redes sociais para promover várias conversas com filiados do PSDB e seus seguidores, para falar sobre pontos que considera essenciais para o desenvolvimento do país. “Vamos fazer várias conversas sobre a liberdade econômica e o compromisso com mais reformas”, antecipou.

Arthur disse ter convicção de que o partido sairá fortalecido das prévias que, apesar de estarem previstas no estatuto do partido, estão sendo realizadas pela primeira vez este ano. “A nossa campanha nas prévias vai valorizar a união do partido e, claro, o fortalecimento do sentimento de democracia. O Brasil tem uma democracia em formação, mas já bastante sólida, porque é uma preferência da maioria dos brasileiros, civis e militares”, afirmou Virgílio, lembrando que o país lutou para sair de uma ditadura feroz e resgatar a democracia.

Virgílio disse estar seguro nessa campanha e afirma ter o pedigree político necessário e experiência para se colocar como alternativa real, fruto dos seus mais de 40 anos de vida pública, onde já exerceu os cargos de deputado federal, senador, ministro de Estado e, por três vezes, prefeito eleito pelo voto popular da cidade de Manaus, capital da Amazônia.

“Eu sempre me apresento por onde vou, mas sei que sou bastante conhecido no Brasil e, aqui no Amazonas, sou mais conhecido que pirarucu  e farinha d’água – dois produtos regionais que têm a preferência dos amazônidas – e faço questão de dizer, formalmente, que estou candidato, que estou com vocês, com o povo, com a estabilidade econômica, com o fim da fome, com o fim do desemprego e estou com aquilo que representa o bem-estar social. Nós vamos à luta e essa luta é a minha vida”, finalizou.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.