Manaus, 20/04/2021

Política

Audiência pública vai debater manejo sustentável do Babaçu no Amazonas

Audiência pública vai debater manejo sustentável do Babaçu no Amazonas
06/04/2021 21h30

Na manhã desta terça- feira (06), o deputado estadual Sinésio Campos (PT), esteve recebendo no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), os vereadores (as), do município de Boa Vista do Ramos Adan Lopes (MDB) , Naty Lavareda (PSDB) e Rena Antunes (PSC).

 

Durante seu pronunciamento, o deputado pautou sobre a Audiência Pública de sua autoria juntamente com a Prefeitura do município e Câmara de vereadores que irá debater o manejo sustentável do babaçu no Amazonas que já está marcada para o dia 27 de agosto às 10h em Boa Vista do Ramos.

 

Campos destacou ainda, que é possível transformar essa potencialidade em alternativa de renda para o Amazonas e que é uma cultura natural em abundância com grande potencial rentável para as famílias extrativistas que vivem da colheita e também muito utilizado para produção de mais de 65 derivados como; o lenho do babaçu usado na construção de casas, carvão, a farinha do mesocarpo do babaçu que é um complemento alimentar rico em amidos e sais minerais utilizado em bolos, pães e mingau, a palha utilizada por sua vez na produção de artesanato, o óleo de coco popularmente conhecido e considerado um dos produtos mais utilizados dentre os derivados do babaçu podendo ser empregado para fins culinários, lubrificantes, cosméticos além de ser alvo de pesquisas científicas para a fabricação de biocombustíveis.

 

Além da audiência, o parlamentar também anunciou que serão realizadas reuniões técnicas para estudos de catalogação do Babaçu sua potencialidadee viabilidade na região, abrangendo ainda os municípios de Itacoatiara, Urucurituba Maués e Barreirinha.

 

 

“Antes mesmo da Audiência Pública estaremos realizando reuniões técnicas para termos um diagnóstico que revele a real situação do quantitativo de árvores de babaçu por região e quantas estão aptas à produção. Sem dúvida é uma grande oportunidade para uma nova alternativa econômica para o desenvolvimento do Amazonas, com geração de emprego e renda, considerando que o babaçu pode ser utilizado na fabricação de cosméticos, medicamentos, biocombustíveis e outros. Essa é uma pauta do nosso mandato juntamente com a Prefeitura, vereadores e vereadoras do município de Boa Vista do Ramos”, encerrou Campos.