]

Manaus, 17/09/2021

Política

Autorizado processo de punição por quebra de decoro contra Joana Darc

Autorizado processo de punição por quebra de decoro contra Joana Darc
02/09/2021 16h50

No dia 30 de agosto o Portal do Generoso cobrou os Deputados estaduais uma posição sobre o pedido de cassação da Deputada Joana Darc. Nosso editor chefe Marcelo Generoso, alertou aos parlamentares sobre a demora de um pedido que se arrastava há meses, a sociedade precisava de uma resposta já que a “nobre” Deputada Joana Darc, durante a votação para presidência da ALE-AM, usou a tribuna para acusar o atual Presidente da casa, Deputado Roberto Cidade de comprar votos pelo preço de DUZENTOS MIL REAIS. Após o pedido de explicações feitas pelo Portal do Generoso, a  corregedora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Deputada Estadual Therezinha Ruiz, opinou por ser favoravelmente a abertura de um processo disciplinar por quebra de decoro contra a deputada Joana Darc.

De acordo com o site Estado Político, parecer foi encaminhado ao presidente da Casa, Roberto Cidade (PV), que na última terça-feira (31) devolveu a matéria para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) para julgamento da admissibilidade formal.

No ano passado, no dia 3 de dezembro, a deputada Joana Darc teria acusado o deputado Roberto Cidade (PV) de comprar votos dos outros deputados para ser votado na eleição de presidente da Casa. Darc chegou a afirmar que o voto era R$ 200 mil.  “Deputado Roberto Cidade foi atrás de comprar voto dos colegas deputados estaduais. E eu digo o valor, porque ele não chegou a falar comigo, mas aqui todo mundo fica sabendo das coisas. O voto era R$ 200 mil”, acusou Joana.

Após a polêmica, a deputada voltou atrás cinco meses depois e pediu desculpa dos deputados e do presidente Roberto. “Deputado Roberto Cidade, eu quero falar olhando nos seus olhos dizendo que eu peço desculpas. Espero que isso seja, independente do que aconteça, uma página virada na história desse parlamento, porque nós somos amigos desde o início do mandato, assim como eu tenho uma relação de amizade com todos os colegas aqui na assembleia”, disse.

Entenda o caso

Depois da conturbada disputa pela nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputados que venceram a disputa ingressarão na Comissão de Ética da Casa, denuncia contra a deputada estadual Joana Darc (PL), por quebra de decoro parlamentar, calúnia e injúria, durante a eleição da presidência da Casa que elegeu o deputado Roberto Cidade (PV) para o biênio 2021/2022.

Inconformada com a derrota de sua chapa, bem como a derrota do Governo, Joana D’arc subiu à tribuna da Aleam e proferiu insultos e acusações contra seus colegas parlamentares sem a apresentação de provas, o que torna as denúncias frágeis e infundadas.

Caso a Comissão de Ética da Aleam aceite a denúncia, a parlamentar perderá seu mandato, e quem assumirá sua vaga será o ex-deputado Wanderley Dallas (SD), que é suplente da coligação.

Roberto Cidade venceu por 16 votos contra 8 de Berlamino Lins. Essa é a composição da chapa eleita:

Roberto Cidade – Presidente
Josué Neto – 1o. vice-presidente
Mayara Pinheiro – 2ª vice-presidente
Adjuto Afonso – 3° vice-presidente Delegado Péricles – Secretário-geral
Álvaro Campelo – 1° Secretário
Sinésio Campos – 2° Secretário
Fausto Júnior – 3o. Secretário
Felipe Souza – Ouvidor
Therezinha Ruiz – Corregedora

E após uma nova matéria sobre o caso publicada pelo Portal do Generoso a Assembléia Legislatura do Amazonas (ALEAM), em nome da corregedora Therezinha Ruiz se manisfestou a favor da punição contra a nobre colega por quebra de decoro parlamentar. Agora vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

 

Fonte: Estado Político

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.