BRASÍLIA: ÓRGÃOS AMBIENTAIS DO AM GARANTEM VITÓRIA PARA O POLO DE DUAS RODAS

O Amazonas defendeu, nesta quarta-feira (24/04), no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), em Brasília, a regulamentação que beneficia a manutenção do Polo de Duas Rodas instalado no Polo Industrial de Manaus (PIM). O tema foi pauta de votação presidida pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre o Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e veículos similares (Promot) que trata do controle de emissões de gases poluentes e de ruído por ciclomotores, motociclos e veículos similares novos.

De acordo com o diretor-presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Juliano Valente, que defendeu a posição do Amazonas, estava em discussão uma normativa mais restritiva que os padrões mundiais, o que prejudicaria o Polo de Duas Rodas. O Governo do Amazonas pediu vistas e propôs a manutenção dos padrões já estabelecidos, que estão em harmonia com os padrões mais rígidos internacionalmente, seguidos pela União Europeia.

Além do Governo do Estado, assinaram a proposta conjunta também a Confederação Nacional da Indústria (CNI), Ministério das Cidades, Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma Nordeste) e as entidades ambientalistas Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam), Associação de Proteção ao Meio Ambiente de Cianorte (Apromac) e o Grupo Ecológico Rio das Contas (Gerc). A resolução favorável ao PIM foi vitoriosa por 36 votos a 35.

“A estratégia de desenvolvimento sustentável do modelo Zona Franca de Manaus está garantida. Seguindo determinação do governador Wilson Lima, é prioridade desta gestão buscar melhorias para o nosso Polo Industrial, garantindo a competitividade das empresas instaladas no Amazonas. Este modelo vem assegurando a geração de emprego e renda aliada com a conservação ambiental. As empresas do PIM geram 90 mil empregos diretos e 500 mil indiretos, permitindo a manutenção de 97% de cobertura de floresta conservada”, ressaltou Valente.

O secretário executivo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Amazonas (Sema), Luis Henrique Piva, também participou da reunião do Conama e destacou o esforço do Amazonas para aprovar a proposta que assegura a manutenção do Polo de Duas Rodas. Ele reforçou que o Polo de Duas Rodas de Manaus, o maior da América Latina, já segue padrões ambientais elevados.

“Como Governo do Estado, consideramos que o nível de exigência ambiental aprovado é elevado, seguindo todas as tendências mundiais. Reconhecemos o importante papel do Polo Industrial de Manaus na promoção do desenvolvimento sustentável, assegurando a conservação ambiental aliada ao desenvolvimento econômico e social do Amazonas, e sabemos que fragilizar o Polo de Duas Rodas representa um grande risco às nossas florestas”, destacou Piva.