]

Manaus, 30/07/2021

Geral

Coca-Cola Brasil e Unidos Pela Vacina já cadastraram para receber equipamentos e insumos básicos para facilitar e agilizar a imunização de 50 municípios no Amazonas

Coca-Cola Brasil e Unidos Pela Vacina já cadastraram para receber equipamentos e insumos básicos para facilitar e agilizar a imunização de 50 municípios no Amazonas
02/07/2021 16h20

Um total de 50 cidades amazonenses já está habilitado a receber itens essenciais para o funcionamento dos locais de vacinação contra a Covid-19, em uma ação conjunta da Coca-Cola Brasil e do Movimento Unidos Pela Vacina. Com recursos da The Coca-Cola Foundation, serão doados equipamentos como câmara fria e caixas térmicas para armazenamento das vacinas, materiais hospitalares (álcool, luvas e máscaras) e de escritório, como computadores, além de combustível.

O apoio à imunização vai abranger a maioria dos municípios do interior do Estado, impactando cerca de 1,8 milhão de pessoas – boa parte, moradores de comunidades ribeirinhas, que enfrentam das maiores dificuldades do país no acesso à vacina. Todos os produtos listados têm como origem ofícios enviados pelos próprios municípios e a ideia é que as doações fiquem como legado também para outras campanhas de vacinação do calendário regular.

“Estamos aqui no Amazonas há mais de 30 anos. Faz parte do nosso compromisso de longo prazo com o desenvolvimento do estado contribuir para a diminuição das desigualdades locais. Não podia ser diferente durante a pandemia”, diz Victor Bicca, diretor da Coca-Cola Brasil. “Desde o início, temos atuado em diversas frentes, com doações de alimentos, cestas básicas, oxigênio, EPIs e álcool gel, para diferentes pessoas em situação vulnerável. O apoio à vacinação é uma outra frente fundamental para juntos, empresas, governos e sociedade, fazer a diferença para quem mais precisa”.

O Unidos Pela Vacina promove um trabalho em rede com empresas, sociedade civil e poder público para facilitar e agilizar a imunização contra o coronavírus. Representante do movimento no Amazonas, o empresário Armando Valle destaca o alcance da iniciativa. “Nosso time conseguiu detalhar as necessidades para acelerar a vacinação em vários municípios do estado, um trabalho grande, minucioso e preciso que temos muito orgulho de ter realizado”, avalia ele, que atua no estado com as outras líderes do movimento Fabiana Souza, Geyce Ferreira e Ana Paula Lemes.

Para realizar a compra e entrega dos itens, a ação terá apoio local do GAV – Grupo de Apoio Voluntário, que vem atuando na linha de frente no combate à pandemia no Amazonas. A entidade conta com mais de 100 voluntários no estado, com foco nas populações mais vulneráveis. “É condição indispensável, neste momento, a união do poder público com as empresas privadas e a sociedade civil organizada, para que seja acelerada ainda mais a vacinação no Brasil e possamos alcançar o nível de imunização estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS)”, diz Fabiana Carioca, presidente do grupo.

 

Combate à Covid-19

A parceria com o Unidos Pela Vacina e GAV se soma a um conjunto de iniciativas que a Coca-Cola Brasil e o Sistema Coca-Cola vêm promovendo no combate à Covid-19 desde 2020. Apenas este ano, essas ações somaram R$ 10 milhões, incluindo atuação direta contra a fome, com doações de alimentos e entregas de cestas básicas por todo o país.

No Amazonas, em 2020, R$ 3 milhões foram destinados para a doação de 34 mil cestas básicas e 8,5 mil kits de higiene, auxiliando cerca de 330 mil pessoas em situação de vulnerabilidade em 26 municípios.

Em 2021, o Sistema Coca-Cola Brasil se manteve na linha de frente na luta contra a Covid-19 no estado em seu momento mais crítico. No início do ano, houve a doação de 15,5 mil cestas básicas e botijões de gás, além de álcool 70%, oxigênio e geladeiras para hospitais e unidades de saúde locais. A Recofarma, fábrica de concentrados da empresa, também realizou doação de EPIs e álcool em gel para o governo do estado.

A Coca-Cola Brasil fez parte do Juntos pelo Amazonas, que reuniu 15 grandes empresas e entidades do país para a doação de R$ 1,6 milhão referente a uma usina de produção de oxigênio, e do Movimento UniãoBR, que doou 11 usinas de oxigênio, 8 mini usinas, 80 mil EPIs (equipamentos de proteção individual) e 500 cilindros de oxigênio.

Entre maio e junho, o Instituto Coca-Cola Brasil distribuiu, em parceria com a ONG Gastromotiva e o Instituto PHI, 51 mil refeições para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade em Manaus e no Careiro da Várzea. As refeições foram preparadas por profissionais formados nos cursos da ONG e nas cozinhas de suas próprias casas, com o suporte do projeto Cozinhas Solidárias, da Gastromotiva.

 

Confirmados

As visitas aos locais habilitados às doações dos itens para vacinação estão programadas para este segundo semestre. Todos os protocolos sanitários exigidos serão respeitados durante a entrega dos materiais. Até o momento, estão confirmadas as participações de 50 municípios amazonenses, das quatro regiões do estado:

Norte do Amazonas (5): Barcelos, Japurá, Maraã, Novo Airão e Santa Isabel do Rio Negro.

Sudoeste (14): Atalaia do Norte, Carauari, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Jutaí, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Tonantins.

Centro (24): Alvarães, Anamã, Anori, Autazes, Barreirinha, Boa Vista de Ramos, Caapiranga, Careiro, Coari, Codajás, Iranduba, Itapiranga, Manacapuru, Manaquiri, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Presidente Figueiredo, Parintins, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tefé, Urucará e Urucurituba.

Sul (7): Apuí, Boca do Acre, Humaitá, Lábrea, Novo Aripuanã, Pauini e Tapauá.

 

Sobre a Coca-Cola Brasil

O Sistema Coca-Cola Brasil atua em nove segmentos — refrigerantes, sucos, lácteos, bebidas vegetais, água, águas especiais, água de coco, bebidas esportivas e chás — com uma linha de mais de 200 produtos, entre sabores regulares e versões sem açúcar ou de baixa caloria. Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, o Instituto Coca-Cola Brasil, mais Verde Campo e a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o Sistema emprega diretamente 57,2 mil funcionários, gerando cerca de 500 mil empregos indiretos. A empresa aposta em inovação para ampliar seu portfólio e atingir o objetivo de ajudar a coletar e reciclar o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030. A Coca-Cola Brasil trabalha para oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e no incentivo a iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua.

 

Sobre o Unidos pela Vacina

Criado a partir da iniciativa de Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Grupo Mulheres do Brasil, o Movimento Unidos Pela Vacina é apartidário e nasceu com o objetivo de tornar viável a vacinação de todos os brasileiros contra Covid-19 até setembro de 2021. Com esse propósito, mais de 4.000 pessoas entre artistas, cientistas, empresários e representantes de comunidades, entidades setoriais e da sociedade civil uniram-se à executiva e suas 90 mil voluntárias, potencializando suas forças e vozes em benefício da imunização da população. Com uma agenda de ações, estamos atuando para mobilizar governos, empresários e sociedade civil para retirar entraves e fazer com que a vacinação chegue o mais rápido possível para todos os cantos do Brasil.

 

Sobre o Grupo de Apoio Voluntário

O GAV – Grupo de Apoio de Voluntário é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) que há 20 anos reúne voluntários em datas específicas para levar amor e esperança às pessoas que precisam de acolhimento. Os focos de atendimento das campanhas de doação são instituições filantrópicas e famílias em estado de vulnerabilidade.
O projeto Heróis Fazem Escola, hoje é um dos mais importantes do GAV, se trata de uma imersão de três dias ofertada para jovens em condições de vulnerabilidade social na rede pública de ensino. Neste treinamento, é possível desenvolver inteligência emocional, autonomia, comunicação assertiva e não-violenta, cooperação, trabalho em equipe, responsabilidade, administração de conflitos, criatividade e empreendedorismo. Além disso, o GAV faz parte do SOS-AM, um movimento que ganhou notoriedade no enfrentamento à pandemia de COVID-19, sobretudo auxiliando na superação do colapso do sistema de saúde, no Amazonas.

 

Sobre o grupo Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil é um movimento suprapartidário, que reúne mais de 91 mil mulheres que sonham e trabalham voluntariamente por um Brasil melhor. É organizado em Núcleos localizados em diversas cidades brasileiras e também no exterior. No Amazonas, as ações acorrem no Núcleo Manaus. Entre as pautas prioritárias estão a valorização da Educação – um direito fundamental da cidadania; o combate à violência contra a mulher – é inadmissível que uma mulher seja vítima de feminicídio a cada duas horas em nosso país; igualdade racial – o racismo estrutural é um problema de toda a sociedade, o grupo é antirracista e atua em prol da redução da desigualdade racial e de gênero em todas as esferas; defende o Sistema Único de Saúde – SUS, a saúde é um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e públicas. Como participar: todas as mulheres são bem-vindas, basta cadastrar-se pelo site www.grupomulheresdobrasil.com.br.

 

 

*Com informações da assessoria.