Manaus, 30/01/2023

Amazonas

Construção do primeiro hospital veterinário do Amazonas alcança 72% de execução

Construção do primeiro hospital veterinário do Amazonas alcança 72% de execução
13/12/2022 09h50

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), avançou com a obra de construção do primeiro Hospital Público Veterinário do Amazonas. Os serviços estão com 72% de execução.

Com investimento no valor de R$ 4,2 milhões, o contrato contempla a construção de um prédio com dois pavimentos. No primeiro, ou seja, no térreo, estarão situados a sala de recepção, sala de espera, triagem, centro cirúrgico, sala de pós-operatório, sala de radiografia, centro de internação, isolamento para animais com doenças transmissíveis, sala de urgência, entre outros. Em anexo encontram-se a lavanderia, a sala de alimentação, a sala de necropsia e o necrotério.

O andar superior, por sua vez, irá abrigar o setor administrativo, com sala de reunião, almoxarifado, cozinha, banheiros e um auditório. Além disso, o Hospital Veterinário contará também com todas as instalações de drenagem e de tratamento de esgoto sanitário, e de descarte de resíduos.

Já foram concluídos os serviços de construção da infraestrutura e da superestrutura do prédio, construção das vigas, pilares e colunas, além da alvenaria e instalações sanitárias.

Em andamento estão os serviços relativos à estrutura metálica para telhamento, execução de revestimentos cerâmicos de pisos e paredes, instalações elétricas e piso de alta resistência em korodur.

Serviços

O primeiro Hospital Veterinário do Estado do Amazonas vai oferecer, quando estiver pronto, atendimento veterinário especializado de urgência e emergência, de forma gratuita, com consultas, cirurgias, exames laboratoriais e internações, dentre outros serviços.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.