Manaus, 06/07/2022

Cultura e Entretenimento

Consultoria de design amazonense vence prêmio tecnova II e implantará banco de imagens fotográficas com temática amazônica

Consultoria de design amazonense vence prêmio tecnova II e implantará banco de imagens fotográficas com temática amazônica
23/06/2022 09h00

A consultoria amazonense Focus Design e Marketing (Focus DM) foi a contemplada pelo Programa de Inovação Tecnológica – FINEP TECNOVA II, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – FAPEAM, órgão do Governo do Amazonas. O projeto aprovado vai garantir a implantação de um banco de imagens fotográficas da região Amazônica, brasileira e internacional, com foco na comercialização de trabalhos fotográficos produzidos por fotógrafos profissionais e amadores, em especial, das comunidades ribeirinhas e tradicionais da Amazônia.

Quando estiver em pleno funcionamento, a plataforma Amazônia Stock vai selecionar e disponibilizar imagens genuinamente amazônicas, retratando temas como: a natureza, o turismo, o artesanato, as pessoas, a fauna, a flora e a gastronomia da Amazônia. Cenas do dia a dia de quem vive e sente a Amazônia serão retratadas pela perspectiva de seus próprios nativos e/ou de seus admiradores de qualquer parte do mundo. Além de divulgar a Amazônia para o mundo, o banco de imagens tem como objetivo estimular e incentivar a economia, gerando renda para comunidades ribeirinhas, povos tradicionais e para os habitantes do interior amazonense por meio da fotografia, servindo também como complemento de renda em paralelo as atividades econômicas tradicionais.

De acordo com a diretora da Focus DM, Rozana Trilha, a plataforma será mais uma opção do mundo conhecer a Amazônia por meio de suas imagens reais, o que estimula também o turismo, principalmente, o de base comunitária. “O mercado internacional de banco de imagens e conteúdos criativos movimenta mensalmente, no mundo, acima de 20 bilhões de reais. Nossa proposta de valor é focada em um modelo de negócio social, para comercialização de fotos da Amazônia, legal e internacional, tendo grande parte do conteúdo produzido por jovens comunitários e lideranças ribeirinhas da floresta amazônica. A plataforma Amazônia Stock também será alimentada por fotógrafos convidados e colaboradores, que poderão se cadastrar no site e passarão por um processo de curadoria de conteúdo”, destacou a diretora.

Para Ricardo Tavares, diretor de criação da Focus DM, há uma carência de imagens da Amazônia no mercado fotográfico brasileiro e em bancos de imagens internacionais também há pouca diversidade de produções fotográficas, que retratem de forma diversa a floresta amazônica e sua cultura simbólica. “O projeto Amazônia Stock visa suprir a lacuna da falta de imagens genuinamente amazônicas, ofertando ao mercado um modelo de negócio de impacto social. A plataforma Amazônia Stock pretende iniciar sua curadoria de conteúdo por meio de implementação de oficinas de produção fotográfica com a utilização de dispositivos móveis, na região do Baixo Rio Negro, especialmente na área da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro”, afirmou Ricardo.

CONSUMINDO A AMAZÔNIA – O objetivo é levar até o consumidor final imagens inéditas e de qualidade superior de diversas localidades da Amazônia. E com isso impulsionar, além do mercado da compra e venda de imagens da Amazônia,  o turismo e a gastronomia apresentados nas imagens da plataforma, oportunizando não só um desdobramento para o lazer e o entretenimento, mas impulsionando a geração de renda da população amazônida e de qualquer pessoa interessada em contribuir com projetos sérios para a região. Os interessados, em obter mais informações sobre a plataforma, podem entrar em contato com a Focus DM através do e-mail [email protected] ou @amazonia_stock .

A plataforma Amazônia Stock após entrar em estágio de operação, realizará a comercialização das imagens por diferentes canais como: venda por assinatura com tamanhos apropriados, tanto para grandes impressões ou uso em formato compacto para internet; venda para agências de Publicidade e Design; editorial (livros didáticos, de arte, entre outros); para o mercado de conteúdo em Redes Sociais e para o mercado de fotografia artística. Mas a plataforma é aberta para todos as pessoas que queiram adquirir fotografias da Amazônia sejam pessoas jurídicas ou físicas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.