Manaus, 20/06/2021

Amazonas

CPI DA COVID: PRESIDENTE DO SIMEAM PODE SER CONVOCADO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
07/05/2021 10h51

Conforme o requerimento nº170, de autoria do senador Humberto Costa (PT/PE), o presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas – SIMEAM, Dr. Mario Vianna, pode ser convidado para depor na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga supostas omissões e irregularidades nos gastos por parte dos governos estadual e federal, durante a pandemia de Covid-19 no Brasil.

O documento ainda não foi apreciado pelo presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), e precisa receber o aval da comissão, para que Mario Vianna compartilhe com os senadores o drama vivido pelos médicos do Amazonas durante a maior crise sanitária da história.

Na avaliação do presidente do SIMEAM, é muito importante que as denúncias dos trabalhadores da linha de frente sejam levadas à CPI. “Temos denúncias privilegiadas de que, tudo o que os profissionais enfrentaram, poderia ter sido evitado, caso a gestão tivesse uma assessoria técnica e até mesmo, tivesse acolhido sugestões apresentadas pelo sindicato da categoria”, pontuou Vianna.

Mario Vianna destaca que o sindicato sempre denunciou a falta de EPIs, além da estrutura precária do sistema de saúde. “Em 2019 reunimos com o então ministro, Henrique Mandetta e apresentamos fotos e vídeos do sistema sucateado em que os trabalhadores já enfrentavam. A pandemia só revelou o que era camuflado”, lembra.

Caso seja convidado para testemunhar na CPI da COVID, o representante da classe médica do Amazonas, que teve a doença no início da pandemia, diz que não teme em relatar todas as denúncias encaminhadas ao sindicato. “Todos os dias médicas e médicos, que estão sobrecarregados, pedem socorro porque não aguentam mais a ditadura da mordaça. Por esses profissionais e por aqueles que se foram vítimas da Covid, vamos compartilhar tudo o que é denunciado ao SIMEAM”, afirma.