CRUZEIRO FICA À DERIVA NO MAR DA NORUEGA; EQUIPES TRABALHAM NO RESGATE DE 1,3 MIL

Um navio de cruzeiro teve uma falha mecânica em meio a fortes ventos perto do litoral da Noruega, e 1,3 mil passageiros estão sendo retirados da embarcação, disseram a polícia norueguesa e equipes de resgate neste sábado (23).

Por volta das 16h30 (11h30 de Brasília), uma centena de pessoas foram evacuadas e não havia informações sobre feridos. Quatro helicópteros participam da operação, informou centro de resgate.

O serviço de resgate marítimo disse que o navio Viking Sky estava à deriva em direção à costa, e que a embarcação fez sinal de resgate.O incidente ocorreu por volta da 14h (9h de Brasília) a algumas milhas marítimas da costa da região de Møre og Romsdal (no oeste da Noruega), uma região onde já ocorreram vários naufrágios.

Outros barcos foram para a área e foi aberto um centro de acolhida em terra para os passageiros.
O navio pertence à empresa Viking Ocean Cruises, do grupo Viking Cruises, fundado pelo bilionário norueguês Torstein Hagen. De acordo com o site da companhia, a capacidade da embarcação é de 930 pessoas.

Helicópteros e barcos se dirigiram ao local para o resgate, e instalações para receber os passageiros foram montadas em terra firme, informaram autoridades. A escritora Alexus Sheppard, que está a bordo, postou no Twitter um vídeo de dentro do navio, no qual passageiros aparecem sentados em um salão e algumas pessoas que estão em pé tentam se segurar enquanto móveis escorregam com o balanço do mar.