]

Manaus, 28/07/2021

Amazonas

Detentos do grupo LGBTQIA+ são certificados nos cursos de Maquiagem e Confecção de Biojoias

Detentos do grupo LGBTQIA+ são certificados nos cursos de Maquiagem e Confecção de Biojoias
18/06/2021 10h00

Cinquenta internos do grupo LGBTQIA+, custodiados nos Centros de Detenção Provisória de Manaus I e II (CDPM 1 e 2), foram certificados nos cursos de Maquiagem e Confecção de Biojoias, nesta quinta-feira (17/06). A cerimônia contou com a participação especial de reeducandas do Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), que desfilaram para o público presente mostrando as maquiagens e joias feitas pelos formandos.

Os cursos, pensados especialmente para esse público, tiveram um total de 100 horas de carga horária e focaram, principalmente, no empreendedorismo. Alvo buscado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e pela cogestora New Life Gestão Prisional, para propiciar aos apenados um retorno à sociedade com menor possibilidade de regressão.

Ressocialização

“Hoje é visível para toda a sociedade as melhorias que vêm ocorrendo dentro do sistema prisional do Amazonas. Tanto que estamos servindo de exemplo para outros Estados. E vamos continuar avançando, buscando a ressocialização de todos, com oportunidades iguais a essas”, pontuou o secretário executivo adjunto da Seap, André Luiz Barros Gioia.

Uma das participantes dos cursos, a trans Pandora, também desfilou com as biojoias confeccionadas por ela, e ressaltou a paciência e dedicação das professoras Karla e Renata. “Os cursos foram maravilhosos, nós aprendemos tanta coisa que não sabíamos. Só temos a agradecer à Seap, ao diretor Jean Carlo e às nossas professoras pela paciência e dedicação. Fiquei muito honrada de participar”.

Os formandos puderam mostrar um pouco do que aprenderam, maquiando as internas para o desfile. Uma delas foi Brena, que confessou ter ficado nervosa na hora de desfilar, mas, também, se sentiu valorizada por ter sido convidada. “Eu fiquei bem nervosa, mas me senti tão valorizada e lisonjeada por ser convidada para desfilar. Por ser vista, enxergada de um modo diferente. Eu amei demais, não só por poder mostrar minha beleza, mas das joias também”, sorriu.

 

 

Fonte: Agência Amazonas