Manaus, 02/10/2022

Amazonas

Elon Musk participa de inauguração de antenas Starlink em escola do Amazonas

Fonte: A Crítica (Foto: Junio Matos/A CRÍTICA)
Fonte: A Crítica (Foto: Junio Matos/A CRÍTICA)
23/09/2022 11h50

Na manhã desta quinta-feira (22), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e a CEO da SpaceX, Gwynne Shotwell, realizaram visita técnica na Escola Estadual Antônio Ferreira Guedes, localizada no município Careiro da Várzea (distante a 25 km de Manaus).

A escola é uma das primeiras do Brasil a receber antenas da Starlink, que fornecem internet ultrarrápida para os alunos.

De acordo com o estudante de 14 anos, Renan, a instalação de internet na escola vai ajudar a conquistar sonhos.

“Meu sonho é ser dublador porque eu adoro a dublagem brasileira, por isso pretendo estudar teatro, artes cênicas, então a instalação de internet aqui na escola vai ajudar a melhorar os estudos e a conquistar sonhos”, declarou.

Segundo o ministro das Comunicações, a internet instalada na escola chega a ser mais rápida que o 4G.

“Estamos aqui visitando e medindo a velocidade da internet e constatamos que está mais rápida que o 4G então queria agradecer à Starlink por isso. Tem várias empresas também entrando porque o Brasil é muito grande. Até final do ano, todas as escolas de Ensino Fundamental e Médio do Amazonas terão internet”, prometeu o Ministro.

Durante a visita, o ministro aproveitou a conexão de internet e realizou uma videoconferência com o fundador da SpaceX, Elon Musk, que foi apresentado aos alunos e professores e ajudou a testar a conexão da Starlink.

Para a secretária de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM), Kuka Chaves, é motivo de orgulho receber o sinal de internet.

“Nós estamos muito felizes em receber esse sinal de alta velocidade, oportunizando os estudantes a terem essa grande melhoria nos estudos. O Amazonas é o primeiro estado do Brasil a receber essa tecnologia e com certeza vamos colher frutos inimagináveis daqui pra frente”, disse a secretária.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.