Manaus, 08/06/2023

Mundo

Em Hiroshima, Lula se reúne com primeiro-ministro australiano

Hiroshima, Japão, 19.05.2023 - Presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontra com o primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese. É a primeira reunião bilateral que faz ao participar, como convidado, da Cúpula do G7. Foto: Ricardo Stuckert/PR
Hiroshima, Japão, 19.05.2023 - Presidente Luiz Inácio Lula da Silva se encontra com o primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese. É a primeira reunião bilateral que faz ao participar, como convidado, da Cúpula do G7. Foto: Ricardo Stuckert/PR
19/05/2023 09h30

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu, nesta sexta-feira (19), em Hiroshima, com o primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese, que o convidou para assistir a Copa do Mundo de futebol feminino na Austrália, em julho.  

Lula e Albanese também conversaram sobre meio ambiente e relações trabalhistas – especificamente sobre a situação de trabalhadores de aplicativo. Outro tema discutido foi a necessidade de ampliar as relações comerciais entre os dois países. 

Mais cedo, Lula postou nas redes sociais sobre a reunião com o primeiro-ministro australiano e lembrou que os dois países não se encontravam desde 2018. “Vamos trabalhar para cada vez mais aproximar nossos países”, disse. 

Agenda 

A participação do Brasil na Cúpula do G7 começa oficialmente neste sábado (20) com duas sessões de debate. Uma delas vai tratar da cooperação entre os países para evitar crises, com foco em segurança alimentar.  

O presidente brasileiro terá, também ao longo do sábado, reuniões reservadas com pelo menos seis autoridades.  

No domingo (21), Lula participa da última sessão da Cúpula do G7 e fará reuniões reservadas com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e com os primeiros-ministros da Índia e do Vietnã.

No final da tarde de domingo, ele se encontra com empresários japoneses e, na segunda-feira (22), o presidente conversa com jornalistas e antes de retornar ao Brasil. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.