]

Manaus, 24/01/2022

Amazonas

Equipe da Fundação Hospital Adriano Jorge realiza cirurgia inédita no Amazonas

Equipe da Fundação Hospital Adriano Jorge realiza cirurgia inédita no Amazonas
12/01/2022 13h56

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), unidade de saúde vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), realizou, nesta segunda-feira (10/01), a primeira cirurgia de Exérese de tumor em mandíbula e reconstrução com prótese customizada de mandíbula e ATM (articulação temporomandibular), sendo o segundo caso no Estado, feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), realizado na FHAJ.

 

A cirurgia inédita consistiu na remoção do tumor “ameloblastoma”, um tumor agressivo, porém benigno, envolvendo estruturas nobres, como mandíbula e ATM. Com isso, foi feita a reconstrução com prótese customizada das duas estruturas perdidas, sendo a prótese em titânio.

 

O procedimento devolveu a função ao paciente, um adolescente de 17 anos, que sofria de dores frequentes, afetando diretamente a mandíbula direita.

 

A realização da cirurgia foi feita pela equipe de Bucomaxilofacial, formada pelos especialistas do Serviço de Bucomaxilofacial da FHAJ Dra. Bruna Laryssa Carvalho, Dr. Felipe Muniz, Dr. Anderson Jara cap EB e Dra. Taynah Monteiro; coordenada pelo Dr. Thiago Esteves – 1° cirurgião. Em parceria com Instituto Médico e Odontológico do Amazonas (Imoam).

 

O procedimento envolveu toda uma logística organizacional do centro cirúrgico com atuação de enfermeiros, técnicos e médicos anestesiologistas.

 

O cirurgião bucomaxilofacial Dr. Thiago Esteves Vedor, destacou que removeu um tumor mandibular e a reconstruiu no mesmo momento cirúrgico com uma prótese customizada de mandíbula. “Trabalhamos com uma equipe grande, envolvendo outros cirurgiões bucomaxilofaciais, devido à dificuldade dos acessos cirúrgicos e inúmeras estruturas anatômicas de importância. Praticamente a metade esquerda da mandíbula foi toda destruída pelo tumor”, avaliou o especialista.

 

Segundo o cirurgião, o que causou o tumor foi um dente do siso impactado dentro do osso. A cirurgia envolveu um tempo de aproximadamente três meses para o planejamento virtual e confecção da prótese customizada. “Por ser uma prótese planejada para o caso específico do paciente, o tempo de cirurgia se tornou reduzido, em torno de seis horas, o que permitiu um pós-operatório mais tranquilo sem necessidade de UTI”, afirmou o cirurgião Thiago Esteves.

 

A realização do procedimento foi inédita na rede de saúde do Estado e na região Norte. “A Fundação Hospital Adriano Jorge vem trabalhando para oferecer serviços de vanguarda em ortopedia, em traumatologia bucomaxilofacial, contribuindo para ampliar a oferta de procedimentos de alta complexidade, na rede pública local”, destacou o diretor-presidente da FHAJ, Ayllon Menezes de Oliveira.

 

Pós-cirúrgico – O cirurgião Thiago Esteves disse que o paciente permanecerá internado por sete dias, para maiores cuidados pós-operatórios e depois fará acompanhamento ambulatorial, com o cirurgião bucomaxilofacial e equipe multidisciplinar, envolvendo fonoaudiólogo e fisioterapeuta. Retornará ao convívio social, tendo restabelecidas a estética facial, função mastigatória e a fala.

 

 

Referência – A Fundação Hospital Adriano Jorge é referência para atendimento de média e alta complexidade a pacientes oriundos dos prontos-socorros da capital, interior do Amazonas e demais unidades de saúde da rede estadual. Tem como finalidade a assistência à saúde, ao ensino e à pesquisa.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.