Manaus, 24/09/2022

TECNOLOGIA

Eve, da Embraer, vai iniciar testes de mobilidade aérea urbana para “carros voadores”

Eve, da Embraer, vai iniciar testes de mobilidade aérea urbana para “carros voadores”
23/08/2022 12h50

A Eve, empresa da Embraer voltada ao desenvolvimento de “carros voadores”, informou que vai realizar em setembro a primeira simulação de mobilidade aérea urbana. O simulado será em Chicago, nos Estados Unidos.

O exercício será feito com helicópteros da empresa Blade Air Mobility e servirá como teste para o eVTOL, veículo elétrico de pouso e decolagem vertical conhecido como “carro voador”.

O objetivo é estudar as operações, serviços terrestres, viagens de passageiros e necessidades do eVTOL. A simulação vai acontecer durante três semanas e incluem testes em solo e voos de passageiros.

Os testes serão feitos no Vertiport Chicago, um heliponto no centro de Chicago, e irão simular serviços, infraestrutura e requisitos para os “carros voadores”.

Um helicóptero irá transportar passageiros do local até outros dois pontos em Chicago. A primeira rota levará até o Heliponto Municipal de Schaumburg, e a segunda rota segue ao Heliponto Tinley Park em Illinois. Os voos custam 150 dólares e devem durar cerca de 15 minutos.

eVTOL

Em julho, a Eve revelou ao público a cabine de seu primeiro veículo. A maquete do eVTOL, veículos elétrico de pouso e decolagem vertical, foi divulgada em evento voltado à indústria aeroespacial na Inglaterra.

Na maquete, a Embraer mostra como ficou o design atual do veículo, que tem uma asa e cauda convencionais em vez da configuração canard anterior. Os oito rotores são fixados ao redor da asa, proporcionando capacidade de decolagem e pouso vertical.

O modelo é o primeiro a ser desenvolvido pela empresa, que e prevê que até 2035 mais de 200 “carros voadores” transportem 4,5 milhões de passageiros em mais de 100 rotas anualmente no Rio de Janeiro e Região Metropolitana do estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.