Manaus, 21/05/2022

Amazonas

Exército se une à força-tarefa para reforçar buscas por paraquedista em Manaus

Exército se une à força-tarefa para reforçar buscas por paraquedista em Manaus
17/04/2022 11h00

Manaus/AM – O Exército se juntou à força-tarefa composta pelo Corpo de Bombeiros, Marinha e polícias na manhã deste domingo (17), para reforçar as buscas pelo paraquedista Luiz Henrique Cardelli, desaparecido desde a última sexta-feira (15), em Manaus.

Conforme comandante Orleilson, dos Bombeiros, os trabalhos foram dificultados pela chuva que começou ainda na madrugada, mas foram retomados por terra, água e ar, com 96 agentes de várias corporações envolvidos.

“Começamos as buscas na manhã de hoje reforçando as nossas equipes. Estamos agora com 96, aliado a isso nós temos outras estruturas, inclusive do aeroclube que também está apoiando. Temos agora seis embarcações do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Marinha e agora do Exército que incorporou nossas estruturas. Nós temos a aeronave da Força Aérea Brasileira, e do sistema de segurança pública também e com a possibilidade das aeronaves do aeroclube apoiarem nossas buscas de formam coordenada”, explica.

Desde o momento do desaparecimento já se passaram  quase 48 horas, mas o comandante não descarta a possibilidade de que Henrique ainda seja encontrado com vida.

“Quanto mais o tempo passa as estatísticas indicam que a possibilidade de vida vai diminuindo, mas nós não descartamos a hipótese de ele estar vivo. Mas continuaremos nas buscas até que tecnicamente seja inviável a continuação”, ressalta.

Além das buscas oficiais, vários grupos de canoeiros, pescadores e populares têm se mobilizado na tentativa de encontrar Luiz. O Corpo de Bombeiros, porém, orienta que haja prudência e comunicação, uma vez que o mal tempo pode atrapalhar e até colocar em perigo essas pessoas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.