]

Manaus, 17/09/2021

Amazonas

Governo do Amazonas fecha parceria para recuperação de cadeira de rodas

Governo do Amazonas fecha parceria para recuperação de cadeira de rodas
09/09/2021 15h20

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), firmou na quarta-feira (08/09) uma parceria com a empresa goiana Ortomix para o fornecimento de componentes destinados a uma oficina de recuperação de cadeira de rodas, que está em fase de implantação, em um dos centros socioeducativos do Amazonas.

O acordo foi fechado durante visita da secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, à sede da fábrica em Goiânia (GO).

“Com essa parceria, nós atingimos duas áreas essenciais e trabalhamos o exercício da cidadania e inclusão social. Primeiro vamos propiciar aos nossos socioeducandos uma oportunidade de trabalho para reforçar o processo de ressocialização. Depois, vamos beneficiar os PcDs com o produto fundamental para a acessibilidade e qualidade de vida destas pessoas”, disse a gestora.

Ainda de acordo com a secretária, o proprietário da empresa, Wander Saraiva Carvalho, que também faz uso de cadeira de rodas, ficou encantado com o projeto e vai apoiar a iniciativa com o fornecimento de componentes como roda, pedal, apoio de braço, entre outros.

Outro ponto importante do acordo é o treinamento de técnicos que vão ministrar os cursos para os adolescentes.

Todas as cadeiras recuperadas vão reforçar o atendimento a quem precisa do equipamento no estado.

Ainda durante a visita, a Sejusc adquiriu cadeiras de rodas que serão entregues às pessoas cadastradas no ano passado pela Secretaria Executiva da Pessoa com Deficiência (SePcD) da Sejusc.

“As cadeiras adquiridas na fábrica vão atender o cadastro realizado em 2020, e o governador Wilson Lima pediu que atualizássemos o registro, para a aquisição de novas cadeiras tão logo essas compradas agora sejam entregues”, destacou Mirtes.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.