]

Manaus, 04/08/2021

Amazonas

Idoso infartado é resgatado em Novo Airão para atendimento emergencial no HPS 28 de Agosto de helicóptero

Idoso infartado é resgatado em Novo Airão para atendimento emergencial no HPS 28 de Agosto de helicóptero
16/07/2021 11h45

Uma das principais vias da capital amazonense, a avenida Mário Ypiranga Monteiro, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul, teve seu fluxo de trânsito interrompido, na tarde desta quinta-feira (15/07), para um pouso de emergência do helicóptero do Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA). A aeronave Águia 02 transportava um idoso, de 82 anos, que estava sofrendo um infarto agudo do miocárdio e que precisava de atendimento emergencial no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. O homem foi resgatado na comunidade São Francisco do Aruaú, no município de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus).

Além da equipe aérea do governo do Amazonas, a operação de resgate aeromédico mobilizou o Samu, equipe médica do Hospital e a Polícia Militar, que atuou para o fechamento do trânsito. Rogério Gonçalves da Silva, 82, é paciente cardíaco grave, tem diabetes e é hipertenso. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), ele recebeu todos os cuidados na emergência do 28 de Agosto para estabilização do quadro de infarto, passando por procedimentos como eletrocardiograma, ultrassom abdominal e doppler. Ele está em ventilação não invasiva.

Trajeto

Os agentes do DIOA foram acionados para o auxílio ao homem no início da tarde, pelo Samu. A comunidade fica em uma área isolada de Novo Airão, só acessada pelo rio. A aeronave levou cerca de uma hora para fazer o percurso até a localidade. Entre Manaus e a comunidade de Novo Airão, o mesmo trajeto duraria cerca de seis horas de barco.

De acordo com o comandante da aeronave, tenente-coronel da Polícia Militar Bercley Santos, a gravidade da situação exigiu que o pouso fosse feito na avenida, a poucos metros da unidade hospitalar, para aumentar as chances de salvar a vida do homem.

“As condições climáticas eram adversas, mas conseguimos chegar na comunidade para buscá-lo. O paciente foi estabilizado pela equipe médica, que foi de Manaus, para que ele pudesse embarcar em condições seguras. Pousamos na avenida à pedido do Samu, devido à gravidade do quadro dele, que não podia aguardar um minuto sequer parado em congestionamento”, disse Bercley, que é o chefe do DIOA.

Além do comandante, estavam embarcados no helicóptero um comissário da Polícia Civil, um cabo do Corpo de Bombeiros, uma médica e uma enfermeira do Samu. Para o pouso emergencial na avenida, em frente a um shopping center, as equipes acionaram por rádio apoio da Polícia Militar, que fez o fechamento da via. Após o pouso, toda a operação durou cerca de dez minutos.

 

 

Fonte: Agência Amazonas.