Manaus, 15/05/2021

Política

Indicação de Peixoto para vacinação das comunidades ribeirinhas é acatada pelo Executivo

Indicação de Peixoto para vacinação das comunidades ribeirinhas é acatada pelo Executivo
26/04/2021 15h30

A indicação n° 244/2021 feito pelo líder do Partido Trabalhista Cristão (PTC), vereador Peixoto, no início de abril, na forma do art. 160 do Regimento Interno Câmara Municipal de Manaus (CMM), propondo ao Poder Executivo atenção especial para vacinação contra a covid-19 das comunidades ribeirinhas foi acatada pela prefeitura.

Peixoto explicou que apresentou a indicação com o objetivo de ampliar o alcance da vacinação desse grupo, “indicamos à Secretaria Municipal de Saúde que utilizasse embarcações para acessar as comunidades mais remotas ou com dificuldades de deslocamento, através de um sistema Drive-thru, em que os moradores, são vacinados sem precisar sair das embarcações em que estão. Esse formato, atende a uma peculiaridade de nossa região, onde os rios são nossas estradas”, esclareceu Peixoto.

Neste fim de semana, pelas redes sociais oficiais, a prefeitura de Manaus informou que no período de 4 a 13 de maio, serão imunizados 1161 moradores, de 18 a 59 anos de idade, das comunidades ribeirinhas da calha do Rio Negro, que ficam na área de abrangência do município.

“Essas comunidades enfrentam dificuldades com a questão logística de acesso a serviços básicos de saúde em razão da distância da capital e por isso, entendemos que é necessário o deslocamento de equipes da Secretaria Municipal de Saúde até essas comunidades para que se cumpra o Plano Municipal de Vacinação”, disse Peixoto

Com apoio do exército, através do Comando Militar da Amazônia (CMA), a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF), Ney Lacerda, navegará até as comunidades do Tupé, Jaraqui, Santa Maria, Apuaú, São Francisco, Lindo Amanhecer, Igarapé-Açu e Cuieiras.

“Agradeço à prefeitura de Manaus, na pessoa do Prefeito David Almeida e do vice-prefeito Marcos Rotta, por agilizar e possibilitar a vacinação desses manauaras que vivem em comunidades ribeirinhas. São ações como essas que transformam a vida e levam esperança a esses moradores que anseiam por dias melhores”, concluiu Peixoto.