Manaus, 20/04/2021

Brasil

Internautas comparam caso Henry ao de Isabela Nardoni

08/04/2021 15h40

Após a prisão do vereador Dr. Jairinho e da professora Monique Medeiros, suspeitos da morte do menino de 4 anos Henry Borel, o caso de Isabela Nardoni foi trazido novamente à tona pelos internautas. No Twitter, a hashtag Nardoni se tornou um dos assuntos mais comentados na manhã desta quinta-feira (8), quando os usuários da rede começaram a apontar semelhanças entre os dois crimes.

Alguns internautas classificaram o caso de Henry como “pior”, já que a mãe biológica está envolvida, e não a madrasta. Eles também compararam o sofrimento das duas mães, Ana Carolina Oliveira e Monique Medeiros, e apontaram a aparente indiferença de Monique, que chegou a visitar um salão de beleza no dia seguinte ao enterro do filho, segundo informações da polícia.

Internautas comparam caso Henry ao de Isabela Nardoni

Em um caso que comoveu todo o país, Isabela Nardoni foi arremessada pela janela do sexto andar do edifício London, em São Paulo, na noite do dia 29 de março de 2008. A menina, que tinha apenas 5 anos, chegou a sobreviver por alguns minutos à queda, mas morreu a caminho do hospital. Seu pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, alegaram que o apartamento foi assaltado e que um dos bandidos teria atirado a criança pela janela. Contudo, as investigações apontaram os dois como os autores do crime, e eles foram condenados por homicídio triplamente qualificado por meio cruel. A sentença contra Alexandre determinou pena de 31 anos e a de Anna, 26 anos.

Internautas comparam caso Henry ao de Isabela Nardoni

Treze anos depois, o menino Henry morreu no dia 8 de março, em hospital da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A mãe, Monique Medeiros, e o padrasto Dr. Jairinho afirmaram que o haviam encontrado no chão do quarto com olhos virados e falta de ar, mas a necrópsia indicou a causa da morte como hemorragia interna e laceração hepática provocada por ação contundente. Dr. Jairinho e Monique foram presos na manhã desta quinta-feira, apontados como os principais suspeitos do crime.