Amazonas

Mais de 25 mil devem utilizar o transporte rodoviário intermunicipal até o final do ano

Mais de 25 mil devem utilizar o transporte rodoviário intermunicipal até o final do ano

Para garantir a segurança de quem pretende viajar para outros municípios neste fim de ano, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados Amazonas (Arsepam) intensificou a fiscalização dos transportes rodoviários intermunicipais desde o final de novembro. O objetivo é combater a clandestinidade e irregularidades da prestação de serviços de transportes rodoviários intermunicipais de cargas e passageiros, durante o aumento de fluxo do mês de dezembro.

Somente até o dia 17 desse mês, 20.252 já utilizaram o transporte intermunicipal por fretamento eventual e linhas regulares, o que corresponde a 68% do total de passageiros transportados. A expectativa é de que aproximadamente 25 mil deixem Manaus até o final do ano. Os principais destinos são Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara e Rio Preto da Eva.

Entre as obrigatoriedades para operar o serviço de transporte estão: seguro contra acidentes, documentação e condições de segurança dos veículos. Além disso, a verificação do uso obrigatório de máscara e da lotação máxima de passageiros permitida, reduzida em 50% por conta da pandemia do novo coronavírus. Os operadores de serviço que insistirem no descumprimento das medidas e obrigatoriedades terão as viagens interrompidas até sanarem as irregularidades.

Horários – Desde as 5h da manhã até as 21h, os ônibus intermunicipais partem de Manaus pela Rodoviária Engenheiro Huascar Angelim. Os horários de maior fluxo são entre 7h e 17h. Para mais informações, é necessário entrar em contato com as empresas autorizadas que, dependendo da demanda de passageiros, podem inserir ônibus extras. Nos casos de má prestação de serviços ou esclarecimentos a respeito dos direitos dos passageiros, os fiscais da Arsepam podem ser acionados nas plataformas de embarque ou nas principais saídas da capital.