]

Manaus, 30/11/2021

Amazonas

Manauara Promove Encontro de Colecionadores de Camisetas Históricas de Futebol

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
27/08/2021 10h00

As camisas de clubes de futebol têm um importante papel na simbologia dessa que é a principal paixão esportiva nacional. No Brasil inteiro, colecionadores e aficionados pelo esporte têm criado comunidades em torno do ato do colecionismo de camisas, cujo valor pode ser considerado histórico, afetivo, visual e até mesmo econômico, já que uma camiseta histórica pode facilmente custar acima de 400 reais.

Colocando Manaus no roteiro dos eventos voltados a esse público, o Manauara Shopping e o grupo Camiseiros promovem neste sábado, dia 28, um encontro com colecionadores de camisetas de times. Aberto ao público em geral, o evento deve reunir colecionadores veteranos e novatos, mas também aqueles interessados em adquirir ou vender um item que possa despertar o interesse dos “camiseiros”.

Com início marcado para as 10h e se estendendo por todo o dia, o evento tem lugar no deck do piso Castanheiras, onde está montada a exposição Camisas de Futebol de Grandes Clássicos do Brasil (ver boxe). Também uma iniciativa do Manauara Shopping em parceria com o grupo Camiseiros e o canal de YouTube Vestiário, a mostra apresenta ao público 24 camisetas históricas de clubes brasileiros.

“O encontro de colecionadores é o encontro com pessoas ligadas a esse meio do colecionismo em geral. Nós vamos levar camisas que vão ser expostas, camisas de outros clubes, de seleções, camisas histórias, que vão ser expostas, e outras camisas que também estarão para vendas e também para trocas, que é muito comum ter trocas entre colecionadores”, explica Leonardo Teófilo, colecionador e líder do grupo Camiseiros.

“Além disso, a gente sempre procura fazer uma chamada com a galera porque caso as pessoas da região quiserem levar alguma peça, alguma camisa pra fazer alguma troca, pra fazer alguma venda, quiser levar para vender ou oferecer pro grupo, ficamos à disposição pra isso. Então o encontro é justamente pra trazer as pessoas que comungam desse gosto que é guardar ou colecionar camisas de futebol”, disse ainda.

Uma paixão para vestir

Há sete anos, o estudante de jornalismo Lucas Rafael, 25, coleciona camisas de futebol. Ao todo, soma mais de 500 camisas, a maior parte de clubes amazonenses. Torcedor do São Raimundo, ele tem camisas de todas as edições do trio campeonato da Copa Norte, feito histórico do clube amazonense do bairro homônimo, além de camisas de seleções que jogaram na Arena da Amazônia durante a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

“O meu foco é basicamente camisas de clubes amazonenses. Ultimamente eu dei uma diversificada, então tenho pegado camisas de jogadores nascidos no Amazonas que tiveram certo destaque, que tenham ido pra Europa, por exemplo”, diz ele. Com compromisso marcado no sábado, no encontro com colecionadores, ele acredita que o evento cumpre o papel de integrar o Amazonas na comunidade do colecionismo, assim como de divulgar o colecionismo de camisetas de maneira geral. “O colecionismo é uma forma de preservar a história, então ter um evento desse porte aqui, para troca de camisas, troca de experiência, é fundamental”, afirma.

Exposição de clássicos

Desde o dia 12 de agosto até este domingo (29), o deck do piso Castanheiras dá lugar à exposição Camisas de Futebol de Grandes Clássicos do Brasil, promovida pelo Manauara Shopping, em parceria com o grupo Camiseiros e com o canal de YouTube Vestiários, duas referências no colecionismo de camisetas de clubes de futebol brasileiros.

Na mostra, são exibidas 24 camisas, dispostas na forma de 12 clássicos do futebol brasileiro, sempre com uma placa contando um pouco da história da camisa. “Há camisetas históricas, como a do Corinthians usada por Ronaldo na trajetória final da carreira do Fenômeno e uma camisa do Santos de 2012 usada por Neymar”, diz Leonardo Teófilo, do grupo Camiseiros, destacando ainda clássicos como Flamengo x Fluminense, Rio Negro X Nacional, Remo x Paysandu, Palmeiras x Corinthians e Flamengo x Vasco.

“As pessoas estão gostando muito, trazem a família, tiram fotos. As camisas do Flamengo e do Remo (de Belém do Pará) são as mais que fazem mais sucesso”, contou Bárbara Alves, promotora da exposição no stand do deck Castanheiras, no Manauara Shopping.

Serviço
O quê: Encontro de colecionadores de camisetas de clubes de futebol
Onde: Manauara Shopping, deck do Piso Castanheiras
Quando: Sábado, dia 28, a partir das 10h, durante todo o dia

Sobre o Manauara Shopping
Inaugurado em abril de 2009, o Manauara Shopping tem sua temática inspirada na fauna, na flora e na cultura da Amazônia, representados em grafismos, decoração, mobiliários, pisos, forros e luminárias que possuem acabamento com cores e materiais do artesanato local. O “Encontro das Águas” dos rios Negro e Solimões, uma das maiores atrações turísticas de Manaus, inspirou o logotipo do empreendimento e está representado na cobertura do edifício.

Com 47 mil m² de ABL, possui 234 lojas distribuídas entre os seus quatro pisos: Buriti, Açaí, Tucumã e Castanheiras. Além de 13 lojas âncoras, possui 10 salas de cinema PlayArte, Magic Games – espaço de jogos e diversões eletrônicas – e um teatro com 600 lugares. O Manauara Shopping tem certificação na ISO 14001 (Meio Ambiente) concedidas em 2012 e ISO 45 (Saúde e Segurança) concedida em 2019. Possui também o Certificado de Excelência 2016, na categoria Compras do TripAdvisor, pela boa qualidade das avaliações que recebe de clientes e visitantes e está em terceiro lugar na categoria Pontos Turísticos da cidade de Manaus.

Sobre a Aliansce Sonae Shopping Centers
A Aliansce Sonae é a líder nacional no setor de shopping centers e a maior administradora do país. A companhia está presente nas cinco regiões brasileiras e tem um portfólio de 39 shoppings, com participação em 27 empreendimentos e a administração de 12 shoppings de terceiros.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.