Manaus, 19/06/2021

Amazonas

Márcia Novo prepara Live Eletroboi com artistas de Parintins

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
05/05/2021 15h00

 

A live acontecerá no Píer do Kwati Club em Parintins, às margens do Lago Macurany, a produção contará com iluminação e cenografia que une elementos regionais e o contexto urbano.

Durante o evento, o projeto “Vidas Indígenas Importam” estará recebendo doações por meio do QR Code que será disponibilizado para arrecadação. Até o presente momento, o projeto já ajudou mais de 1,5 mil famílias indígenas com doações de cestas básicas e itens de higiene pessoal durante a pandemia da Covid-19. E recentemente conseguiu apoio internacional para reerguer o barracão “Maloca” Aldeia Inhãa-bé, localizada no Tarumã.

O projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc, que estabelece o prazo máximo de execução da proposta para utilização dos recursos. Todos os protocolos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) serão mantidos para garantir a segurança dos envolvidos no evento.

“Uma das justificativas para a realização da live em Parintins é gerar renda para os profissionais da cultura que estão há dois anos sem trabalhar no Festival, principal fonte de renda do município. Essas pessoas estão passando por uma necessidade financeira séria, o ano mais rentável do Festival gerou R$ 46,5 milhões injetados diretamente na economia da cidade. Imagina dois anos sem esse recurso? Os artistas dos galpões estão precisando muito. A maior parte da equipe do Eletroboi será contratada de Parintins, é uma forma que encontramos de ajudar essas pessoas”, afirmou Novo.

Projeto Eletroboi

O EP Eletroboi foi lançado em dezembro de 2020 com a proposta de dar um up grade na sonoridade sem perder os elementos essenciais do Boi-Bumbá. O trabalho é composto apenas por produtores do Norte, e consagra Márcia Novo como artista feminina nos palcos de boi-bumbá.

“Sou apaixonada pela Amazônia e esse trabalho é minha contribuição enquanto mulher, de família original de parintins e que ama toada. Sempre quis trazer o som da atualidade mantendo os traços do ritmo de boi-bumbá, e o Eletroboi me permitiu isso. É um desafio mudar clássicos, mas estou muito feliz com o resultado e espero que o público goste”, declarou a artista.

Réquiem, Dança do Banzeiro, Vem, Bumbum Bumbum Bumbá e Ritmo Quente compõem o trabalho, que é um mix de beats eletrônicos com guitarras, percussões orgânicas e interpretação pela ótica de uma voz feminina.

Márcia Novo – uma das guardiãs da Amazônia

Considerada uma das 12 personalidades Guardiãs da Amazônia pela Revista Vogue, Márcia Novo vai celebrar 18 anos de carreira com quatro discos gravados e reconhecimento no Brasil.

Também iniciou o movimento “Vidas Indígenas Importam” que tem ajudado diversas famílias com alimentos, remédios e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Além disso, também atua no projeto “Tarumã Alive” que promove conscientização e ações de preservação da maior bacia hidrográfica de Manaus, o Tarumã-Açu.

Pelo seu destaque como ativista em causas ambientais e indígenas, foi escolhida como embaixadora da Fundação Amazônia Sustentável (FAS).

 

*Com informações da assessoria.