]

Manaus, 27/07/2021

Cidade

Médico cardiologista explica as possíveis causas para uma parada cardiorrespiratória

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
05/07/2021 12h45

Há várias causas para a interrupção dos batimentos cardíacos do coração, a mais frequente é o infarto do miocárdio. No entanto, arritmia e complicações neurológicas – como AVC (Acidente Vascular Cerebral) e o rompimento de aneurismas cerebrais – também podem levar a paradas cardiorrespiratórias.

A embolia pulmonar também é considerada como uma possível razão para o problema. Trata-se da obstrução das artérias dos pulmões por coágulos sanguíneos. O astro do futebol argentino também já tinha algumas características e hábitos que constituem fatores de risco para a ocorrência de uma parada cardiorrespiratória, como o uso de drogas e a obesidade. Estresse, sedentarismo, diabetes, colesterol e pressão alta também aumentam a possibilidade de ocorrer o problema.

O pós-operatório da cirurgia cerebral recente também pode ter tido impacto na parada cardiorrespiratória de Maradona, a cicatrização é um processo lento, e os efeitos de uma anestesia geral prolongada em um coração já debilitado costumam ser complicados.

O médico cardiologista, Railton de Oliveira Cordeiro, do sistema Hapvida em Salvador (BA), destaca os sintomas mais comuns da doença, e quais as formas de preveni-la. “Os sintomas mais comuns continuam sendo a perda da consciência, a síncope (desmaio), a falta de ar, devido a falta de oxigênio no organismo. Identificados estes sintomas, a primeira ação é solicitar ajuda médica em uma corrida contra o tempo”, destaca o médico.

Ainda de acordo com o cardiologista, a mudança para uma vida saudável, continua sendo a melhor prevenção. “Costumo dizer que a mudança para um estilo de vida sempre é a melhor saída, mudando hábitos alimentares saudáveis, e consultando seu cardiologista regularmente alinhado sempre a prática de exercícios físicos”, alerta ele.

Parada cardiorrespiratória e mal súbito não são a mesma coisa

Nesse segundo caso, estamos falando de um mal-estar intenso, que surge de repente, e costuma causar desmaio e perda de consciência.

A morte súbita, por sua vez, é definida como o óbito inesperado de alguém que não apresentava quaisquer sintomas suspeitos até uma hora antes do ocorrido.

Nem sempre, mas às vezes é possível identificar sintomas das causas dessa encrenca. Tontura, desmaio, mal-estar e dor no peito podem causar um infarto, que, se não tratado rapidamente, tem potencial para levar a uma parada cardiorrespiratória.

Dor de cabeça, dificuldade de locomoção súbita, paralisia de um lado do corpo são sinais de AVC, outra causa de parada cardiorrespiratória.

A longo prazo, evitar ou controlar doenças associadas a problemas cardiovasculares minimiza o risco dessa condição. Como já foi informado, alimentando-se bem, fazendo exercícios, dormindo bem, manejando o estresse, seguindo orientações e tratamentos médicos.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 6,5 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, RN Saúde e Medical, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida.

Atua com mais de 35 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 43 hospitais, 191 clínicas médicas, 43 prontos atendimentos, 175 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.