Manaus, 02/10/2022

Cidade

Morre segunda vítima de atentado em loteria de Manaus

Morre segunda vítima de atentado em loteria de Manaus
22/08/2022 15h10

Wenisson Diego da Silva Mota, de 33 anos, morreu na na tarde desta segunda-feira (22) no Pronto Socorro 28 de Agosto. Este é o segundo óbito confirmado nas últimas 24 horas.

O gerente da loteria incendiada, Carlos Henrique da Silva Pontes, de 50 anos, morreu neste domingo (21). Ele era um dos casos mais graves do incêndio, pois sofreu queimaduras no pulmão.

Outras duas vítimas continuam sendo assistidas no Centro de Tratamento de Queimados do  Pronto Socorro 28 de Agosto.

O venezuelano Luis Domingo Siso, de 60 anos, causou o incêndio na lotérica após ficar descontrolado por não conseguir sacar um dinheiro no local. Após o crime, ele foi agredido pela população e está internado na UTI do Pronto Socorro João Lúcio.

A Polícia Civil aguarda o suspeito receber alta médica para encaminhá-lo à delegacia onde responderá por homicídio qualificado, dano qualificado e incêndio.

Confira a nota do hospital:

A direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto informa que uma segunda vítima do incêndio em uma casa lotérica no Centro de Manaus veio a óbito na tarde desta segunda-feira (22/08).
O paciente deu entrada no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade com queimaduras de 2º grau na tarde de terça-feira (15/08), dia do incêndio.
As demais vítimas do incêndio seguem internadas na unidade, recebendo acompanhamento da equipe multidisciplinar.
O paciente internado no HPS João Lúcio permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo acompanhado pela equipe de intensivistas da unidade.
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) lamenta o falecimento do paciente e se solidariza com a família.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.