Amazonas

Morre Severiano Mario Porto, aos 90 anos vítima da covid-19

Morre Severiano Mario Porto, aos 90 anos vítima da covid-19

Severiano Mário Porto, popularmente conhecido como arquiteto da Amazônia, faleceu aos 90 anos nesta quinta-feira (10) vítima do coronavírus (Covid-19), no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada por amigos e familiares.

O arquiteto foi responsável pelos projetos do Estádio Vivaldo Lima, a sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus, o Campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a Pousada na Ilha de Silves. Ele unia técnicas desenvolvidas por ribeirinhos e caboclos com as mais modernas e inovadoras criações da arquitetura.

De acordo com a família, o sepultamento do arquiteto será na próxima sexta-feira (10), às 13h, no cemitério Parque da Colina, em Niterói (RJ). Por causa da Covid-19, o velório será reservado apenas à família.

Severiano Mario Porto nasceu em Uberlândia, Minas Gerais. Ele se mudou com a família para o Rio de Janeiro, aos cinco anos de idade, quando seu pai funda o Colégio Brasil América.

Autodidata, Severiano se formou na Faculdade Nacional de Arquitetura – FNA, da Universidade do Brasil, em 1954. O arquiteto chegou viajou para Manaus a turismo em 1963, onde foi convidado pelo governador do Amazonas, Arthur Cezar Ferreira Reis (1908 – 1993), a realizar a reforma do palácio do governo, 1965, e o projeto da Assembleia Legislativa do Estado.

Após 36 anos vivendo em Manaus, Severiano retornou ao Rio de Janeiro e transferiu o escritório para Niterói, onde morava.