]

Manaus, 30/07/2021

Mundo

Mortes causadas por enchente na Alemanha passam de 100

Mortes causadas por enchente na Alemanha passam de 100
16/07/2021 10h40

Pelo menos 117 pessoas já morreram na Alemanha em meio a fortes inundações que têm afetado uma faixa da Europa Ocidental ao longo desta semana. De longe o país mais atingido, os alemães têm visto vilarejos inteiros ficarem isolados. Algumas casas foram simplesmente arrastadas quando um afluente do Rio Reno transbordou.

O dilúvio de verão, no Hemisfério Norte, tem atingido níveis que não eram vistos na região havia um século. As fortes chuvas também têm causado transtorno na Bélgica, na Holanda, na França, na Suíça e em Luxemburgo, embora em menor intensidade.

Mais de 200 mil casas ficaram sem eletricidade. Milhares de pessoas passariam a noite em abrigos improvisados em academias de ginástica ou com parentes após deixarem suas casas. Havia ameaça de mais uma noite de chuvas, enchentes e rompimento de barragens.

Na Bélgica, pelo menos 14 pessoas morreram, o que levou o primeiro-ministro Alexander de Croo a apelar por ajuda internacional. Inundações severas também afetaram a Holanda, Luxemburgo e Suíça, e alertas foram emitidos em mais de uma dúzia de regiões da França.

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que palavras como chuva forte e inundação são insuficientes para descrever o nível da tragédia. Segundo ela, algumas pessoas morreram afogadas nos porões de suas casas, e alguns bombeiros morreram ao tentar resgatá-las.

– Nessas horas, lugares pacíficos estão passando por uma catástrofe – disse Merkel.

Nas partes mais atingidas da Alemanha, a quantidade de chuva em apenas 24 horas foi o dobro da média normal para todo o mês de julho, de acordo com o Deutscher Wetterdienst, a agência meteorológica alemã.