MOURÃO É ALINHADO A JEAN WYLLYS, DIZ CARLOS BOLSONARO

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, divulgou mais uma crítica a respeito do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, na manhã desta 4º feira (24.abr.2019).

Em sua conta no Twitter, Carlos disse que é “estranhíssimo seu alinhamento com políticos que detestam o presidente”, por Mourão ter dito que Jean Wyllys não deveria ter saído do Brasil.

Segundo o vereador, Jean Willys “não saiu do Brasil por perseguição, mas por uma esperta jogada política cultural”.

A fala de Mourão a qual Carlos se refere é de 9 de abril, quando o vice-presidente participou de 1 evento no Wilson Center, durante a sua viagem aos Estados Unidos. “particularmente acho que ele [Jean Wyllys] deveria ter continuado [no país] e acreditado na nossa lei, na nossa polícia e na nossa política, então a gente poderia protegê-lo. Acho que ele deveria ter ficado. É muito triste quando coisas assim acontecem”, disse.

Pouco depois, o vereador escreveu que “não ataca ninguém”, mas apenas compartilha com os amigos  “fatos que já aconteceram”.