Manaus, 19/06/2021

Amazonas

MPAM e MPF ouvem lideranças indígenas da calha do alto Rio Negro para traçar linhas de atuação

MPAM e MPF ouvem lideranças indígenas da calha do alto Rio Negro para traçar linhas de atuação
11/06/2021 16h45

O Ministério Publico do Amazonas (MPAM), pela Promotoria de Justiça de Barcelos, promoveu, nesta quarta-feira, 09/10, reunião com lideranças indígenas da calha do alto Rio Negro para discutir as demandas, necessidades e dificuldades enfrentadas por essa população naquela região. A reunião faz parte da atuação conjunta do MPAM com o Ministério Público Federal em Barcelos, cuja população é composta por 40% de pessoas de origem indígena, dentre aldeados e moradores da sede do Município.

“Existem várias demandas em relação aos indígenas. A estrutura da Funai e as condições nas quais são prestados serviços a essa parcela da população de Barcelos são, cada vez mais, precárias. Por meio dessa atuação conjunta, buscamos reforçar a politica de atendimento aos indígenas, a fim de que eles se sintam amparados e tenham seus diretos adequadamente atendidos”, ressaltou a Promotora de Justiça.

Na reunião, estiveram presentes o Procurador da República Fernando Merloto Soave, responsável pela atuação do MPF quanto às demandas do direito indígena na região; o Diretor-geral da Federação das Organizações Indígenas no Rio Negro (FOIRN), Marivelton Baré, representando a região de São Gabriel da Cachoeira, Barcelos e Santa Izabel do Rio Negro; o Coordenador Geral do Serviço de Cooperação com o Povo Yanomami (SECOYA), Silvio Cavuscens; e o representante da Associação Indígena de Barcelos (ASIBA), João Rodrigues Barroso.