]

Manaus, 30/07/2021

Amazonas

Mutirão de saúde leva atendimentos para indígenas no Xingu

Mutirão de saúde leva atendimentos para indígenas no Xingu
12/07/2021 09h53

Durante o mês de julho, um grande mutirão com atendimentos médicos, odontológicos e exames será realizado para mais de 2,3 mil indígenas que fazem parte do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Xingu, no Mato Grosso. A ação, organizada pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde, reforça os cuidados do Governo Federal com a saúde indígena, que foram redobrados durante a pandemia da Covid-19.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acompanha a abertura dos trabalhos na segunda-feira (12) direto do Polo Base Leonardo. No local, foi montada uma estrutura com 22 consultórios provisórios para atender a população indígena.

A ação conta com a parceria da Associação Doutores da Amazônia, organização sem fins lucrativos que deslocou mais de 30 profissionais para ampliar os atendimentos no local. Eles atuarão em conjunto com os mais de 200 profissionais de saúde que já atuam no DSEI.

A expectativa é de que mais de 6 mil atendimentos sejam realizados. Serão contempladas 24 aldeias de 16 etnias em área de abrangência dos municípios de Canarana, Feliz Natal, Gaúcha do Norte, Marcelândia, Nova Ubiratã, Paranatinga, Querência, São Felix do Araguaia e São José do Xingu. A escolha da área foi pactuada com as lideranças locais.

Os atendimentos

O mutirão conta com profissionais de diversas especialidades, como pediatras, ginecologistas, oftalmologistas, tradutores, além de dentistas e psicólogos, entre outras. Na parte de oftalmologia, por exemplo, uma ótica foi instalada no local para confecção rápida de óculos para os pacientes – a capacidade de produção é de 1,5 mil óculos para a ação.

Além dos tradicionais exames, os atendimentos odontológicos contam com a confecção de próteses dentárias, que poderão ser feitas no local em 15 minutos. Os indígenas irão receber kits de higiene bucal e poderão assistir a uma palestra conduzida pela Associação, para reforçar a importância dos cuidados com a saúde dos dentes.

Equipamentos de radiografia e ultrassonografia farão exames com laudos de mama, abdômen, pelve, rins, tireóide, transretal, entre outros. Também serão realizados exames laboratoriais de papanicolau para prevenção do câncer de colo de útero, hemograma, e testes sorológicos para Covid-19 e outras doenças.

A ação terá ainda uma farmácia própria com 12 mil itens de medicamentos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) disponibilizados pela Associação para complementar o estoque do DSEI Xingu.

Saiba mais

A ação faz parte do programa “SESAI Mais Saúde Indígena”, que tem o objetivo de reforçar a assistência de saúde nos DSEIs a partir de equipes próprias ou parcerias que ajudem a reforçar o atendimento de saúde básica e especializada diretamente às aldeias atendidas pela SESAI.

Esta é a maior ação organizada pela Associação Doutores da Amazônia desde sua fundação, em 2014. Mais de 1,5 toneladas de equipamentos, suprimentos odontológicos e medicamentos foram doadas para o mutirão de saúde no Xingu. O Exército Brasileiro irá auxiliar no transporte dos indígenas e na segurança. Já o Governo do Mato Grosso prestou apoio com a doação de alimentos para os profissionais de saúde, além de suprimentos e máscaras para a população indígena.

Todos os participantes da ação testaram negativo para Covid-19 (RT-PCR) antes de entrar na área indígena.

Vacinação indígena

Durante o mutirão de saúde, a campanha de vacinação contra a Covid-19 também será reforçada. O Ministério da Saúde já distribuiu a quantidade de vacinas suficiente para imunizar 100% dos indígenas que fazem parte do público-alvo da campanha (população de 18 anos ou mais, inscrita no Subsistema de Atenção à Saúde Indígena e especificidades da ADPF 709).

O DSEI Xingu possui 3,9 mil indígenas aptos a receberem a vacina. Até o momento, 79% da população do DSEI já recebeu a primeira dose e 65% já está com o esquema vacinal completo.

 

Fonte: Agência Amazonas.