Manaus, 15/08/2022

Brasil

O que se sabe do crime envolvendo a blogueira Isa Gomes, suspeita de mandar ‘dar susto’ no ex-namorado; homem foi assassinado

O que se sabe do crime envolvendo a blogueira Isa Gomes, suspeita de mandar ‘dar susto’ no ex-namorado; homem foi assassinado
01/07/2022 12h20

Mensagens motivacionais, exaltando a força das mulheres e reforçando a necessidade do amor próprio. A cada post em uma rede social, a blogueira Isabela Gomes Pereira, conhecida como “Isa Gomes”, de 29 anos, aproveitava para deixar um conselho ou uma dica para seus mais de 11 mil seguidores.

Em sua biografia no Instagram, ela escreveu: “Uma nova jornada vai começar”. No entanto, na última terça-feira (28), Isa foi presa suspeita de participação no assassinato do ex-namorado, Leandro Rezende Morais, de 36, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Homem morre após ser agredido em Contagem; namorada é suspeita de mandar ‘dar susto’ nele
Blogueira que mandou ‘dar susto’ em ex-namorado, que acabou assassinado na Grande BH, tinha registrado ocorrências contra ele

Dois homens que também foram presos contaram à Polícia Militar que ela pediu que eles dessem “um susto” na vítima. A dupla e a blogueira tiveram as prisões ratificadas por roubo seguido de morte e foram encaminhados ao sistema prisional.

Onde e quando foi o crime?

Leandro foi morto na última terça-feira dentro de casa. Ele foi encontrado com as mãos e pernas amarradas, um fio enrolado no pescoço e uma blusa cobrindo o rosto.

Qual seria a motivação para o “susto” na vítima?

Isabela contou à polícia que tinha descoberto o envolvimento do ex com uma amiga dela. Ela afirmou ter ficado transtornada. A mulher ficou chorando em uma praça no bairro Mangueiras, na Região do Barreiro, em BH, quando um desconhecido se aproximou e perguntou o que estava acontecendo.

Ela contou da traição e falou que era constantemente agredida pelo companheiro e, segundo ela, o homem se ofereceu “para dar um susto” em Leandro.

Eles combinaram de se encontrar na praça mais tarde, mas, quando a mulher voltou ao local, outros três homens estavam aguardando-a para ir até a casa de Leandro. Conforme a mulher, eles pularam o muro da residência e ficaram cerca de 20 minutos lá dentro, enquanto ela aguardou do lado de fora.

O que os homens alegam?

Dois dos suspeitos foram presos e deram uma versão diferente para os fatos . Eles disseram que estavam na praça quando a mulher se aproximou e pediu que dessem um susto no namorado e roubassem a casa dele. Ambos afirmaram que ela entrou na casa de Leandro e chutou o rosto dele. O terceiro homem suspeito de envolvimento no crime não foi localizado.

Como era a relação de Isa com a vítima?

Desde 2021 há registro de boletins de ocorrência envolvendo o ex-casal. Em setembro, Isabela procurou uma companhia da PM afirmando que havia sido agredida por Leandro com um tapa no rosto e puxões de cabelo.

O homem negou as agressões e disse à polícia que a mulher foi até a padaria em que ele trabalhava e o ofendeu dizendo: “você é um vagabundo, traficante, ladrão de carga”. Logo depois, ela entrou no carro dele insistindo para conversar.

Em abril deste ano, Isabela procurou a polícia para informar que, ao passar na frente de um restaurante em BH, viu o carro do ex-namorado estacionado.

Ela entrou no estabelecimento e o viu com outra mulher, momento em que quebrou um copo na mesa dele e ainda arranhou o carro de Leandro. Ela disse à polícia que os dois se agrediram, o que causou escoriações no braço e mão dela.

Dias depois foi a vez do homem registrar um boletim de ocorrência em que contou o que tinha acontecido no restaurante e que, na confusão do lado de fora, Isabela pegou a carteira dele, saiu correndo e, desde então, se recusava a devolver.

Havia alguma investigação de violência doméstica?
A Polícia Civil disse que foi instaurado um inquérito em setembro de 2021, que apurava episódios de violência doméstica que teriam sido cometidos por Leandro Rezende Morais.

“Com o falecimento do suspeito extingue-se a punibilidade e o procedimento segue para o judiciário”, afirmou a instituição.

O que diz Polícia Civil sobre o crime desta semana?

A polícia informou que os três presos seguem sendo investigados.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.