Amazonas

Pacientes da FCecon voltam do Rio de Janeiro para continuar tratamento

Pacientes da FCecon voltam do Rio de Janeiro para continuar tratamento
19/02/2021 22h30

Com esperança na bagagem, mais sete pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) retornaram para Manaus, na tarde desta sexta-feira (19/02), após passarem por cirurgia oncológica no Hospital de Câncer III, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Este foi o segundo grupo enviado pelo Governo do Estado, em uma parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), FCecon, Inca e Ministério da Saúde (MS), para transferir pacientes oncológicos do Amazonas ao Rio de Janeiro, a fim de agilizar as cirurgias durante a pandemia de Covid-19.

Segundo o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, o projeto-piloto para as pacientes com câncer de mama realizarem cirurgia no Inca conseguiu garantir o procedimento cirúrgico a 23 mulheres, reduzindo o tempo de espera.

“Esta parceria é muito importante para darmos celeridade ao tratamento das nossas pacientes. É um grande movimento entre o Governo do Estado, Secretaria de Estado de Saúde, Inca, FCecon e Ministério da Saúde, para garantir o atendimento às pacientes. Estamos realizando essas ações e conseguimos reduzir o tempo de espera para cirurgias mais complexas”, afirma Mourão.

Tratamento – Após passarem pelas cirurgias nas mamas em um dos maiores centros de Oncologia do País, as pacientes darão continuidade ao tratamento na FCecon na próxima segunda-feira (22/02), quando terão consulta pós-operatória com a chefe do serviço de Mastologia da FCecon, mastologista Hilka Espírito Santo.

“Para as pacientes oncológicas, o tempo é primordial no seu tratamento e na sua cura. Essa legião de solidariedade, esse elo criado entre o Inca III e a Fundação Cecon proporcionou às pacientes a possibilidade de cirurgias, sem muita espera, e isso vai ter um impacto importante na vida dessas mulheres”, destaca a médica.

Emoção – A paciente Maria Rosa Diebe Machado, de 60 anos, voltou para Manaus muito emocionada por reencontrar sua família e agradecida pelo atendimento recebido. “Estou emocionada. Graças a Deus, fizemos a cirurgia, foi tudo bem. Só tenho que falar coisas boas. Nós fomos muito bem tratadas”, disse.

Maria Rosa, assim como as demais pacientes, será avaliada pela equipe médica e dará continuidade ao tratamento na FCecon.

Transferências – As sete pacientes foram transferidas para o Rio de Janeiro no dia 9 de fevereiro. Uma oitava paciente também viajou com o grupo para o Inca, mas precisou ter o procedimento adiado e retorna na próxima semana.

No dia 29 de janeiro, viajou o primeiro grupo de oito pacientes para realizar cirurgia no Inca. As mulheres retornaram do Rio e já deram continuidade ao tratamento na FCecon.

Outras sete mulheres devem viajar na próxima terça-feira (23/02), para novas cirurgias no Inca.