Manaus, 29/11/2022

Amazonas

Paralimpíadas Escolares: Amazonas conquista 11 medalhas no primeiro dia de competições

Paralimpíadas Escolares: Amazonas conquista 11 medalhas no primeiro dia de competições
24/11/2022 09h20

No primeiro dia de competições o Amazonas já conquistou 11 medalhas durante as Paralimpíadas Escolares 2022, sendo duas de ouro, oito de prata e uma de bronze. Os estudantes seguem na disputa em busca de mais medalhas até sexta-feira (25/11).

As primeiras conquistas vieram no Atletismo. O estudante Marcos Fabiano Lopes, de 15 anos, que é deficiente visual, ganhou medalha de prata, tornando-se o segundo melhor do Brasil na modalidade de Lançamento de Dardo. Pela primeira vez das Paralimpíadas, Marcos participou da etapa regional em Brasília, onde se classificou para as finais em São Paulo.

Marcos diz que sua segunda medalha vem carregada de alegria. “Eu só tenho a agradecer a Deus por essa conquista. O esporte tem me ajudado muito, principalmente na minha coordenação motora. Fazer esporte me faz uma pessoa feliz”, comemora.

Ainda no Atletismo, outros nove atletas ganharam medalhas de ouro, prata e bronze. Entre eles está Anne Maryanne Gomes, 17, que ficou com a prata na categoria de Arremesso de Peso.

Outros estudantes medalharam em suas modalidades, mas só subirão ao pódio nesta quinta-feira (24/11), quando receberão as medalhas.

Destaque na natação

Raul de Souza foi o primeiro a representar o Amazonas na modalidade de Natação. O estudante disputou nos 50 metros rasos e conquistou o 4º lugar. Mesmo não subindo ao pódio paralímpico, o estudante mostrou garra e colocou o Amazonas entre os quatro melhores do Brasil na categoria.

Organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a edição de 2022 das Paralimpíadas Escolares entrou para a história ao reunir cerca de 1.300 atletas, vindos de 25 estados, com exceção do Piauí, e do Distrito Federal.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.