]

Manaus, 25/10/2021

Brasil

Passageira morre após cair de ônibus com porta aberta no Rio de Janeiro

Passageira morre após cair de ônibus com porta aberta no Rio de Janeiro
07/10/2021 08h45

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando o caso de uma passageira que morreu ao cair do ônibus, pela porta da frente, na última sexta-feira (1). As informações são do jornal Extra.

Maria do Rosário Ferreira Cruz, de 46 anos, era empregada doméstica e estava indo para o trabalho de ônibus. Pouco depois de embarcar, ela caiu para fora do veículo, bateu a cabeça, sofreu traumatismo craniano e morreu no Parque Suécia, em Belford Roxo.

O marido de Maria conta que houve demora no atendimento do Corpo de Bombeiros.

“Nesse dia eu levei ela no ponto, ela entrou na condução. Andei 15 metros e o pessoal estava me gritando para voltar porque minha esposa tinha caído do ônibus. Tinha dado 100 metros, mais ou menos, de distância do ponto de ônibus. Quando cheguei ela estava caída no chão, cheia de sangue. Os bombeiros levaram uma hora para chegar no local”, disse o pedreiro Genilson de Oliveira.

Os Bombeiros confirmaram que a equipe deslocada para o endereço inicialmente não conseguiu encontrar o local do acidente e retornou ao quartel. Depois houve um novo chamado, que esclareceu o caso e levou ao atendimento. Maria morreu no hospital e deixou um filho de 13 anos.

A empresa de ônibus será investigada e até agora não entrou em contato com a família para prestar qualquer ajuda.

“A gente espera a justiça ser feita. Vamos entrar com uma ação contra a empresa e aguardar”, prometeu o irmão da vítima, o também pedreiro Antônio Cipriano, de 42 anos.

A Polícia já ouviu o marido, o motorista do ônibus e testemunhas que estavam no local. É possível que o motorista responda por homicídio culposo por ter dirigido com a porta aberta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.