Manaus, 05/12/2022

Polícia

PC-AM deflagra ação de fiscalização e repressão em combate à exploração sexual de crianças e adolescentes

PC-AM deflagra ação de fiscalização e repressão em combate à exploração sexual de crianças e adolescentes
13/05/2022 11h30

A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), deflagrou, na noite da quinta-feira (12/05), ação de fiscalização e repressão em combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Neste mês de maio, essa ação está inserida no contexto da Operação Parador 27, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que ocorre em todo o país, com o intuito de realizar ações de inteligência policial, preventivas e repressivas para desmobilizar o trabalho sexual e a violação de direitos de crianças e adolescentes.

Em Manaus, a operação aconteceu em hotéis das avenidas Quintino Bocaiuva, Lobo D’Almada e Joaquim Nabuco, no bairro Centro, zona sul, e contou com o apoio do Conselho Tutelar, Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, nesta noite, as equipes estiveram nas ruas para reforçar e sensibilizar a sociedade no sentido de estimular as denúncias para que a impunidade não seja cultivada, além de orientar as pessoas acerca desta prática criminosa.

“Estamos nas ruas para fazer tanto a ação preventiva quanto a repressiva, caso a gente encontre o crime ocorrendo. Não somente nesse mês, mas em todos os outros, realizamos esse trabalho de orientar e conscientizar a população”, destacou a delegada.

A autoridade policial informou que a campanha tem objetivo de combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes por meio do policiamento preventivo ostensivo em pontos vulneráveis da cidade.

Denúncias

As pessoas que constatarem alguma movimentação estranha ou souberem de informações que possam ajudar à polícia, devem entrar em contato pelo Disque Direitos Humanos (Disque 100), ou pelo 181, da SSP-AM. “São canais seguros para realizar a denúncia sem qualquer necessidade de identificação”, afirmou Joyce.

Se o crime estiver acontecendo naquele momento, o contato deve ser feito pelo 190, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

Ou ainda, caso o denunciante prefira registrar a ocorrência presencialmente, a Depca funciona em regime de plantão 24h, e está localizada na avenida Via Láctea, conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, zona centro-sul de Manaus.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.