Amazonas

Pesquisa avalia segurança do paciente na visão dos profissionais da FCecon

Pesquisa avalia segurança do paciente na visão dos profissionais da FCecon

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), realiza, neste mês de dezembro, uma pesquisa para avaliar a cultura de segurança do paciente na visão dos servidores da unidade. O levantamento marca o fim do projeto nacional Paciente Seguro, do qual a Fundação faz parte, e vai compor um planejamento na área para o ano de 2021.
 
Por meio de um formulário on-line, os profissionais de saúde da Fundação devem informar, até 15 de dezembro, sua visão sobre a segurança do paciente na unidade, explica a responsável pelo Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) da FCecon, enfermeira Marielle Martins.
 
“O objetivo é avaliar a cultura de segurança dos nossos funcionários e detectar os setores que mais têm deficiências em saber como está a segurança no hospital, saber sobre a otimização das informações, dos eventos que ocorrem no seu setor e na sua equipe. É com essa percepção que queremos traçar um planejamento para o próximo ano”, afirma Marielle Martins.
 
Com base no levantamento, é também objetivo da ação levar a mudança da cultura de segurança para todos os setores, e não somente de forma individual. Novas rotinas e protocolos sugeridos pelos funcionários serão avaliados pelo NSP, como melhoria para a instituição.
 
Paciente Seguro – A pesquisa marca, em dezembro de 2020, o fim do projeto Paciente Seguro, que é realizado por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi/SUS), do Ministério da Saúde (MS), em parceria com o Hospital Moinhos de Vento, do Rio Grande do Sul.
 
A iniciativa visa prevenir situações de risco aos pacientes, como quedas e doenças hospitalares, garantindo a segurança do tratamento, bem como a diminuição de custos com tempo de internação.
 
A FCecon implementa protocolos de segurança do paciente desde 2014, como os de higiene das mãos, redução de riscos de quedas e lesão por pressão, uso racional de medicamentos, cirurgia segura e identificação do paciente. Em abril de 2019, a FCecon foi uma das escolhidas para participar do projeto Paciente Seguro e desenvolveu, até este ano, diversas ações sobre a temática.
 
“Através do projeto, trabalhamos diagnóstico situacional dos setores, verificamos possíveis falhas, mapeamos riscos e realizamos treinamentos. Foram orientações de como realizar as ações, dados estatísticos consolidados, preenchimento de relatórios mensais para que as equipes fizessem parte da mudança. Esse foi o principal objetivo do projeto, de auxiliar o Núcleo a implementar esses protocolos com a equipe da ponta”, avalia a responsável pelo NSP.
 
Link para o formulário on-line:
https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx?id=mDlHhYEfEUC8l4euBOYSBC-dDfel0vRKnvqktky2avJURFlNRUJZRzJPSzlWSFEyMkdWTEJHOEtVSC4u