]

Manaus, 27/09/2021

Polícia

Polícia Militar deflagra operação ‘Ajuricaba’ na zona norte

Polícia Militar deflagra operação ‘Ajuricaba’ na zona norte
08/06/2021 19h50

Policiais militares da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) deflagraram a operação “Ajuricaba” no bairro Monte das Oliveiras, na zona norte de Manaus. A ação tem como objetivo realizar abordagens e identificar possíveis infratores nesta região.

 

A operação faz parte das diversas ações que acontecem na capital, por determinação do secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, com o objetivo de inibir ataques criminosos e garantir a segurança da população.

 

O comandante da operação, major Jonas Carvalho, relatou que o policiamento na área segue reforçado, com operações pelos bairros da zona norte.

 

“Essa operação tem objetivo de inibir os índices criminais aqui na zona norte da cidade. Todas as unidades daqui estão realizando operações. Seja em barreiras policiais ou saturação, nos becos, ruas e vielas, procurando abordar os infratores e levar segurança para a população”, pontuou.

 

O major pede ainda a compreensão da população. “Solicito a todos que procurem nos ajudar e entender o trabalho policial, porque, no momento em que abordamos um motorista de aplicativo ou mototaxista, estamos procurando inibir diversos ilícitos, como sequestro ou tráfico de drogas, por exemplo”, explicou o comandante.

 

Ações contra a criminalidade – Desde a manhã do último domingo (06/06), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) reforçou o policiamento nas ruas e vem realizando diversas ações para combater ataques criminosos na capital e no interior do Amazonas. Durante essas ações, 35 pessoas já foram presas em todo o estado e mais de 40 barreiras policiais foram montadas, em todas as zonas de Manaus, para a realização de abordagens e vistorias em veículos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.