Amazonas

Portal CM7 e Tv Acrítica são alvos de tentativa de vandalismo

Portal CM7 e Tv Acrítica são alvos de tentativa de vandalismo

Durante todo o dia de hoje. 27 de dezembro de 2020, o Portal CM7 com sede no bairro de Dom Pedro, zona oeste de Manaus, fez uso de segurança armada. Durante os protestos do dia 26 onde comerciantes pediam a revogação do decreto governamental, alguns manifestantes passaram a ameaçar depredar a sede do Portal do CM7. A confusão se deu pelo fato do referido portal exibir a ficha de um dos participantes do ato contra o governo. Não apenas o CM7 mas, a sede do Portal Acrtíca e Tv Acrítica também foram alvos de tentativa de vandalismo. Manifestantes passaram a atear fogo em pneus na porta da entrada da emissora, alegando que a mesma seria a culpada pela falta de incentivos na saúde. Cileide Moussalém proprietária do Portal Cm7 e Dissica Calderaro Vice-presidente do grupo RCC, devem recorrer a justiça após identificar os responsáveis pela tentativa de depredação. O Presidente da Associação de Blogs, portais, sites e profissionais da imprensa, lamentou o fato e exigiu da justiça celeridade para punir os responsáveis por esse ato antidemocrático. ” Todo meio de comunicação surgiu para informar, é um absurdo em pleno século XXI nós termos que contratar segurança armada ou pedir socorro a polícia militar simplesmente porque militantes querem obrigar as empresar a agir com parcialidade. Entendo o momento de pânico que vive o país, porém, não posso aceitar calado que meus colegas tenhas suas empresas invadidas, depredadas e incendiadas. Nós geramos emprego e renda e nesse país, merecemos respeito, se não gostam do que publicamos, pelo menos, respeitem a democracia. Marcelo Generoso-Presidente da ASBPIAM.