Manaus, 26/03/2023

Amazonas

Prato Cheio de Tefé está em novo endereço a partir desta sexta-feira

Prato Cheio de Tefé está em novo endereço a partir desta sexta-feira
24/02/2023 14h50

O restaurante popular Prato Cheio, do Governo do Amazonas, no município de Tefé (a 523 quilômetros da capital) passa a funcionar em novo endereço a partir desta sexta-feira (24/02). A unidade agora está localizada na rua Marechal Deodoro, nº 309, no Centro de Tefé.

Administrado pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), o restaurante popular foi inaugurado em 11 de março de 2022. Desde sua implantação, já foram servidas 73.808 refeições na unidade de Tefé, levando riqueza nutricional para pessoas em situação de extrema pobreza, pobreza e baixa renda, além de desempregados, pessoas em situação de rua e pessoas com deficiência.

De acordo com a coordenadora do programa, Monik Araújo, o novo endereço amplia o conforto para os usuários do Prato Cheio em Tefé.

“A unidade se encontra em uma área de melhor acesso para o nosso público, ainda mais aconchegante, para que o nosso cliente possa fazer sua refeição de qualidade. Nossa equipe já está toda preparada para atendê-los”, destacou Monik Araújo.

Programa 

O Prato Cheio é um programa social que tem como público alvo as pessoas em situação de vulnerabilidade, entre os quais desempregados, pessoas com deficiência, trabalhadores informais e mulheres que chefiam famílias e que se encontram em situação de extrema pobreza, pobreza ou baixa renda. O programa tem 44 unidades em funcionamento, sendo 18 em Manaus e 26 no interior.

O programa é dividido em dois serviços distintos: nos restaurantes populares, o almoço é vendido pelo valor simbólico de R$ 1, de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h. Nas cozinhas populares, a sopa é gratuita e cada pessoa atendida tem direito a 1 litro do alimento, de sabores variados, de segunda a sábado, também das 11h às 13h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.