]

Manaus, 30/07/2021

Amazonas

Presidente do TCE-AM se reúne com diretores do Implurb e Manauscult para discutir revitalização de ex-sede da Corte de Contas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
12/07/2021 15h41

O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (12), com o diretor-presidente do Instituto de Planejamento Urbano (Implurb), Carlos Valente, e o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, para iniciar as tratativas para a revitalização da primeira sede da Corte de Contas, um prédio histórico localizado no Centro da capital amazonense.

Além dos diretores dos órgãos, o subsecretário da Semjel, Platiny Soares, e o chefe do Departamento de Pesquisa e Memória do TCE-AM, Josetito Lindoso, também participaram da reunião.

“O plano ainda é embrionário, mas estamos muito entusiasmados. Com certeza o Tribunal gostaria de fazer a gestão desse nosso prédio emblemático. Estamos conversando para dar prosseguimento a essa obra que será muito importante para a história do Tribunal e para a história do Amazonas”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Ao falar sobre o projeto da Prefeitura em revitalizar toda a região central da cidade, o diretor-presidente do Implurb, Carlos Valente, destacou a importância do TCE-AM em fazer parte deste processo.

“É fundamental que o Tribunal de Contas do Estado tenha esse espaço resgatado e revitalizado. Já estamos alinhando as conversas técnicas com os órgãos para avançarmos na conversa e termos esse resgate importante na história de nosso estado. É um resgate da economia, da história e da vida na cidade de Manaus”, afirmou o diretor-presidente do Implurb, Carlos Valente.

O diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, confirmou que o projeto na região do prédio histórico irá possibilitar um novo ponto de turismo na cidade, com o TCE-AM tendo participação ativa na revitalização.

“Não há dúvidas sobre o futuro sucesso do resgate dessa memória do Tribunal de Contas naquela área que estamos trabalhando para ser revitalizada. A sociedade manauara poderá observar o carinho que estamos dando naquela região. Entendemos que essa integração com o Tribunal de Contas era o que estávamos precisando para prosseguirmos com esse grande projeto na cidade de Manaus”, destacou o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira.

Revitalização do prédio contará com Centro de Pesquisas

Além das grandes reformas estruturais para tornar o prédio visualmente turístico, a ideia do projeto de revitalização é de reativar o funcionamento do prédio para trabalhos da Corte de Contas.
Inicialmente, o prédio deverá servir como uma base de estudos do Tribunal, contribuindo com pesquisas direcionadas às atividades exercidas pela Corte de Contas.

As próximas fases de planejamento irão englobar os projetos de ocupação e arquitetônicos, para melhor definir as estruturas que serão revitalizadas e as expansões a serem feitas para atender à sociedade e, ao mesmo tempo, preservar a história do Centro e da Corte de Contas.