PROGRAMAÇÃO ESPECIAL COMEMORA 119 ANOS DO PALÁCIO DA JUSTIÇA

Para festejar os 119 anos do Centro Cultural Palácio da Justiça (CCPJ), comemorado no dia 21 de abril, o espaço vai receber uma programação especial entre os dias 23 e 27/4, incluindo atividades como exposição fotográfica, visitação caracterizada, apresentações de teatro, dança e música, entre outros. A entrada é gratuita.

As atividades iniciaram na terça, 23, com a apresentação de teatro “A flor e a náusea”, estrelada pelo Grupo Experimental da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Na quarta, 24/4, o hall de entrada do espaço vai receber uma apresentação solo de balé de repertório do mesmo grupo. Ainda no dia 24, haverá um Júri Simulado com os acadêmicos da UEA.

Já na quinta, 25, também no hall de entrada, o Coral Experimental de Trombones dos acadêmicos de música da UEA apresentará um repertório musical de trombones para os visitantes. Na sexta, 26, o Centro Cultural recebe a apresentação de danças urbanas “Embrazando”, além de uma Oficina de Jazz e Hip-Hop.

Finalizando a programação, no sábado, 27, a Companhia de Artes Sem Fronteiras apresenta o espetáculo de dança “Este xote é do Pará, Xote Bragantino. Barrica a história de uma paixão, Boi Bumbá do Maranhão” na sala Hamilton Mourão e também no hall de entrada.

Em todos os dias de programação, o Palácio da Justiça também contará com uma exposição fotográfica que retrata a história do espaço, além de visitação caracterizada.

Palácio da Justiça

O Centro Cultural Palácio da Justiça (CCPJ) é um patrimônio cultural do Amazonas, aberto à visitação pública e, também, à promoção das artes, por meio de exposições, espetáculos musicais, teatro, cinema e apresentação de palestras. Funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 14h.

A obra centenária foi concluída no início do século XX, para abrigar o Poder Judiciário. Sua inauguração foi realizada em 21 de abril de 1900. É um dos principais exemplares da arquitetura clássica do período áureo da economia da borracha e suas linhas estruturais seguem o estilo renascentista. O prédio foi tombado como Patrimônio Histórico e Artístico do Amazonas em 1980. Os nomes dados às salas que o compõe homenageiam personalidades ligadas à sua implantação e ao Poder Judiciário.

O Palácio está localizado em ponto privilegiado de uma das principais avenidas de Manaus. Possui portões de ferro fundido importados de Glasgow, na Escócia, e calçada e escadarias em pedra de Liós, de Lisboa. O teto do hall é revestido em estuques com paredes em imitação de mármore. A imponente escada principal tem guarda-corpo metálico, com arcos dourados com seis hermas ou cariátides, importadas de Lisboa. O piso do hall é de ladrilhos hidráulicos. O segundo andar é decorado com balaustradas, óculos, tetos recobertos com estuques, colunas, cartelas e paredes marmorizadas, piso de madeira (acapu e pau-amarelo).

A mobília é centenária. Destaca-se o relógio do tipo carrilhão, da década de 1920, com estrutura de jacarandá baiano e maquinário suíço. Tem também mesa feita de mogno, conjunto de mesas, cadeiras e espelho que vieram da última restauração, em 2002, além de móveis modernos, do funcionamento do Poder Judiciário até 2006, e lustre original feito de bronze e cristais.

Programação

25/04 – 16h às 17h: Apresentação de música de Tubones
26/04 – 14h às 16h: Oficinas de dança
26/04 – 16h às 17h: Apresentação de dança “Embrazando”
27/04 – 10h às 11h: Apresentação de dança “Este Xote é do Pará, Xote Bragantino”
23 a 27/04 – 9h às 17h: Exposição de fotografias que remetem a história do Palácio da Justiça; Visitação caracterizada
23, 25, 26 e 27/04 – 14h às 15h: Uma manhã/tarde clássica