Brasil

Receita Federal apreende 2,9 toneladas de cocaína

Receita Federal apreende 2,9 toneladas de cocaína

Receita Federal realizou uma apreensão recorde de cocaína, na terça-feira (22), no Porto de Santos, o maior do país, ao encontrar cerca de 2,9 toneladas da droga em uma carga de bobinas de alumínio. O material entorpecente tinha como destino a Holanda.

E a apreensão é apenas uma das várias que já foram realizadas ao longo do ano no maior porto brasileiro. Ao todo, foram apreendidas 20,5 toneladas de cocaína em 49 operações, escondidas entre os mais variados tipos de produtos para serem embarcados.

O entorpecente já foi encontrado em cargas de sucata metálica, óleo vegetal, farinha de soja, limões, açúcar, madeira, suco de manga congelado, tripas de carne, papel, óleo de laranja, máquinas agrícolas, café, argamassa, pó de guaraná e carne congelada foram algumas das utilizadas pelos traficantes para tentar ocultar a cocaína.

Das 49 apreensões feitas pela alfândega no porto desde janeiro, ao menos 37 tinham como destino países europeus. O porto de Antuérpia (Bélgica) seria o destino de 13 dos carregamentos da droga. Para Hamburgo (Alemanha), iriam outros 7.

Holanda, Espanha (cinco embarques para cada um) e Itália, com três, vêm na sequência, de acordo com dados da Receita. Até a apreensão desta terça, o maior volume encontrado no ano tinha sido em 14 de janeiro, com 1,22 tonelada.