Manaus, 19/06/2021

Polícia

Receita Federal em Manaus apreende maconha e cocaína no Aeroporto

Receita Federal em Manaus apreende maconha e cocaína no Aeroporto
07/05/2021 09h10

A Equipe de Vigilância e Repressão da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (EVR) realizou, durante o período de 4 a 6 de maio, atividades de fiscalização e controle aduaneiro em cargas e bagagens saindo de Manaus que resultaram na apreensão de 40 quilos de drogas ilícitas.

Drogas em cargas

A EVR, após realizar análises de risco aduaneiro, identificou cargas suspeitas que estavam sendo submetidas à procedimentos de internação da Zona Franca de Manaus, ou seja, as cargas estavam saindo de Manaus com destino a outro estado brasileiro. No caso das cargas identificadas os destinos eram São Paulo/SP e Salvador/BA e pertenciam à empresas monitoradas pela Receita Federal.

Por existirem suspeitas de presença de drogas nas cargas a Equipe K9 da Receita Federal em Manaus foi acionada e com a atuação do agente canino Deco ocorerram as confirmações da presença de entorpecentes. No dia 04/05 a EVR procedeu a verificação física das mercadorias contidas em carga com destino São Paulo/SP e constatou a presença de 8 tabletes de maconha, com o peso total de 4kg, e de pó com suspeita de ser cocaína, com peso total de 7kg. No dia 06/05 a EVR procedeu a verificação física das mercadorias contidas em carga com destino a Salvador/BA e contatou a presença de 30 tabletes de maconha, pesando 16,2 kg. Em ambos os casos as drogas encontradas estavam escondidas em potes de suplementos alimentares.

As drogas apreendidas foram entregues à Polícia Federal para análises e procedimentos administrativos e legais cabíveis.

Drogas em bagagem

No dia 05.05 a EVR atuou fiscalizando bagagens despachadas e com a atuação da Equipe K9 da Receita Federal em Manaus identificou mala suspeita. A fiscalização, após os procedimentos não invasivos de verificação de conteúdo, que indicaram a presença de drogas, realizou a verificação física da bagagem e encontrou 10 pacotes de maconha com o peso total de 6,78 kg. A passageira responsável pela mala, que tinha como destino o Rio de Janeiro/RJ, foi presa e a droga entregue à Polícia Federal.

Ações da Receita Federal em Manaus

A Alfândega da Receita Federal do Brasil no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes informa que as ações de fiscalização e controle aduaneiro realizadas tem por objetivo evitar a circulação, no território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde e ao meio ambiente, e inibem a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio local e estimulam o tráfico de drogas.

A Receita Federal também alerta que muitos casos de contrabando e descaminho, considerados pela população como crimes “menores”, estão ligados ao crime organizado que atua nas fronteiras brasileiras. Essas organizações criminosas, que promovem tráfico internacional de drogas, armas e munições, utilizam-se do mercado ilegal de produtos como forma de financiamento para suas ações. É importante que a população se conscientize de que o que pode parecer uma “pequena transgressão” traz grandes prejuízos ao país, contribuindo inclusive para a deterioração da segurança pública.

A Receita Federal do Brasil permanece, mesmo durante a pandemia de Covid-19, realizando normalmente suas ações de combate ao contrabando e descaminho na cidade de Manaus.