Manaus, 02/02/2023

Amazonas

Saúde inicia sequenciamento genético de vírus respiratórios e arboviroses na região do Alto Solimões

Saúde inicia sequenciamento genético de vírus respiratórios e arboviroses na região do Alto Solimões
24/01/2023 10h10

O Laboratório de Fronteira (Lafron) em Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), inicia a realização de sequenciamento genético dos vírus respiratórios e arboviroses (dengue, zika e chikungunya).

 

A unidade, que está ligada ao Laboratório Central de Saúde Pública do estado (Lacen-AM), fortalece a área de biologia molecular na região do Alto Solimões e tem a capacidade de realizar até 2,5 mil exames de diagnóstico, por demanda livre, das unidades de saúde dos municípios vizinhos.

 

Com a realização do sequenciamento genético no Lafron, será possível determinar quais variantes dos vírus circulam na região, como o novo coronavírus (SARS-CoV-2), dengue, zika e chikungunya.

 

Walter André, farmacêutico bioquímico do Laboratório Central de Saúde Pública do estado (Lacen-AM), afirma que o sequenciamento é importante para que medidas de controle e prevenção sejam adotadas, no intuito de conter o avanço dos vírus no restante do estado.

 

“É importante que a população procure as unidades de saúde para realizar a coleta dos exames e para que (estas) sejam encaminhadas para o Lafron no intuito de obter o diagnóstico definitivo. Com isso, temos maior segurança no tratamento e conseguimos identificar o vírus que está circulando na região”, pontua Walter.

 

Atendimento

 

O Lafron não atende a população de maneira direta. Os exames são disponibilizados para a população através das unidades de saúde de baixa e média complexidade na região. Isso significa que os exames precisam ser coletados nos hospitais, unidades básicas ou clínicas e encaminhados para processamento no Lafron.

 

O laboratório atende às demandas dos municípios localizados na região do Alto Solimões e também dos países da tríplice fronteira – Colômbia e Peru. A maior parte da demanda de atendimento é procedente dos municípios brasileiros de Tabatinga, Benjamin Constant e Atalaia do Norte. Em seguida, da cidade colombiana de Letícia, localizada na fronteira com o Amazonas, e também de Santa Rosa, comunidade peruana.

 

Outros municípios beneficiados com os serviços prestados pelo Lafron são: São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Fonte Boa, Amaturá e Jutaí, também localizados na região do Alto Solimões.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.