Cidade

Seap inicia campanha ‘Janeiro Branco’ no Complexo Penitenciário Anísio Jobim

Seap inicia campanha ‘Janeiro Branco’ no Complexo Penitenciário Anísio Jobim
15/01/2021 15h20

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a cogestora Reviver Administração Prisional Privada, iniciou no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), a Campanha “Janeiro Branco – Quem Cuida da Mente, Cuida da Vida”. A ação é destinada a internos e colaboradores da unidade.

Durante quatro dias, os integrantes do corpo técnico do Compaj promoverão a conscientização sobre a importância da prevenção ao adoecimento emocional e à saúde mental, por meio de palestras e dinâmicas com o público-alvo da ação.

Entre as atividades realizadas na campanha estão a abordagem psicológica e terapêutica voltada à ansiedade, depressão e saúde emocional, e a utilização de arteterapia por meio de reflexão, música, desenhos e mandalas.

De acordo com o diretor da penitenciária, Lucas Maceda, os atendimentos rotineiros dos setores de psicologia e psiquiatria, aliados às ações psicossociais, contribuem para a saúde mental dos privados de liberdade.

“Uma das coisas que pode interferir na vida carcerária dos internos é a saúde mental. O cárcere pode causar algum tipo de transtorno a esse grupo de pessoas, então é muito importante que, além da oferta dos atendimentos rotineiros dos setores de psicologia e psiquiatria, ações como essa aconteçam, pois fortalecem a perspectiva de que a execução da pena se dê de forma não nociva ao reeducando”, disse Maceda. 

O diretor ainda destacou o trabalho desempenhado pelos profissionais da unidade. “Os atendimentos aos internos são diários. A equipe multidisciplinar entende a importância de cuidar desse aspecto dos encarcerados. Do mesmo modo, é constante a rotina de treinamento dos funcionários da cogestora Reviver, para que eles prestem o serviço de forma excelente”, finalizou.

Saúde mental  Segundo dados de 2020 da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtorno de ansiedade do mundo, com 23% delas apresentando o problema, e o quinto em casos de depressão, com 5,8% da população atingida.

Para prevenir e combater esses males que afetam a saúde mental e qualidade de vida da população, são essenciais a ajuda de profissionais especialistas e o apoio da família, instituição de ensino, empresa e comunidade.

via assessoria