Manaus, 02/02/2023

Cidade

Setemp retoma atendimentos do Sine Amazonas e Shopping do Artesanato na quinta-feira (15/12)

Setemp retoma atendimentos do Sine Amazonas e Shopping do Artesanato na quinta-feira (15/12)
14/12/2022 15h00

A Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp), órgão responsável pela administração do Sistema Nacional de Emprego do Amazonas (Sine Amazonas), informa que o atendimento ao público retorna nesta quinta-feira (15/12), das 8h às 14h. A suspensão dos serviços ocorreu após forte chuva ocorrida na tarde da terça (13/12).

Na ocasião, a Defesa Civil do Amazonas foi acionada para avaliar as infiltrações por conta do entupimento das calhas do prédio. A equipe esteve no local para instruir os responsáveis acerca das medidas a serem tomadas para manutenção da segurança de todos.

De acordo com o titular da Setemp, André Mota, essa supervisão da Defesa Civil é importante para assegurar o bom funcionamento do prédio.

“Todas as orientações repassadas pelo engenheiro da Defesa Civil, serão tomadas, para que o atendimento seja feito de forma segura e eficaz”, disse o titular da Setemp.

Shopping
O Shopping do Artesanato e Economia Solidária reabre para o público também nesta quinta-feira (15/12). O espaço conta com 54 lojas, e todos os permissionários já estão orientados a seguir todos os protocolos de segurança.

O centro de compras reúne o trabalho de artesãos independentes, indígenas, associações e empreendedores solidários. Entre os produtos à disposição do público no local estão acessórios, biojoias, ecojoias, produtos de beleza, peças em crochê, produtos em cerâmica, artesanato e acessórios indígenas, artesanato em marchetaria, entre outros.

O shopping funciona de segunda a sábado, no horário das 8h às 17h, e fica localizado na avenida Djalma Batista, 1.018, bairro Chapada.

FOTOS: Henrique Miranda/Setemp e Mylena Matos/ Defesa Civil

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.